quinta-feira, 26 de março de 2015

O maior desafio desta direcção

Numa altura em que ninguém acredita que o Braga nos ultrapasse e poucos ainda acreditam que ainda consigamos alcançar o 2 lugar, o SCP começa a preparar mais afincadamente a próxima época desportiva.
Após esta direcção ter preparado 2 épocas desportivas, não tenho a menor duvida que esta (a 3º ) será a mais difícil de todas. Se num primeiro ano, mesmo com um corte radical no orçamento tivemos como pontos positivos a disponibilidade dos sportinguistas para tudo o que pudesse acontecer e não jogar para as competições europeias. Na 2º época tivemos a classificação directa para a champions e a certeza da entrada de dinheiro.
O próximo ano nada será igual, num ano ainda por cima em que a UEFA irá distribuir mais dinheiro pelos clubes participantes, a entrada na champions pagará praticamente metade do nosso orçamento. Fazer uma preparação com a duvida de entrada de 11M de euros num País como Portugal e num clube que tem rigorosas restrições financeiras não é tarefa fácil, ainda para mais quando terá que iniciar a sua preparação muito antes do que o "normal" o que terá consequências no final da época devido ao desgaste natural que uma época longa trará num plantel que não deverá ser longo.
Estas duas premissas, para mim, complicam e muito o trabalho da direcção na planificação da época, ainda para mais quando a malha da exigência será cada vez mais apertada e no mínimo o SCP terá que conseguir discutir o campeonato e não se colocar fora da corrida bem cedo.
Todos sabemos a "loucura" de contrato televisivo que o campeonato Inglês realizou, a consequência disso será obviamente os clubes desse campeonato terem dinheiro para levar quem quiserem do nosso e não tenho muitas duvidas que esta época iremos bater o nosso record de vendas e por larga margem, Wiliam e Slimani vão sair (só aqui faremos 40M), iremos receber ainda o dinheiro do Mauricio, e Cedric, Jefferson, Adrien, Capel podem sair pela melhor proposta.
Mesmo sabendo que grande parte do dinheiro das vendas tem que ir obrigatoriamente para os bancos, ficaremos com dinheiro para investir. Tenho plena convicção que a direcção percebeu a borrada que cometeu na época anterior e deixará os contentores de jogadores de 3º mundo e apostará na duvida nos nossos, desejo portanto que as contratações se limitem a 3/4 jogadores que façam real diferença (é só fazer o que disseram sempre), um central, um médio e um avançado goleador, o resto será preenchido e bem pelos jogadores da nossa formação.
Reforço, para mim, será a época mais difícil de planear, se não tivermos uma equipa capaz podemos ficar fora da champions e levar um rombo de 11M, por outro lado mesmo tendo uma equipa teoricamente mais forte e consequentemente mais cara não entrar pode colocar em causa o saldo positivo no orçamento.
Espero, desejo e acredito que vão ser tomadas as melhores decisões para que o clube tenha sucesso.
4 notas finais:
1- Muito satisfeito pelo lançamento da 1º pedra do pavilhão
2- Muito satisfeito por 2 símbolos do clube terem finalmente direito à sua rua (desde 2007 que estava na gaveta a aprovação feita)
3- Parece-me um erro a forma como o SCP está a tentar colocar os seus jogadores noutros clubes. Utilizar empresários de forma a tentar vender os seus activos é algo que todos fazem, a minha critica não é por aí, mas parece-me mais fácil serem os empresários dos jogadores a tentarem colocar os "seus" jogadores do que um unico empresário a tentar colocar os "seus" e os dos "outros".
4- A ser verdade as noticias que indicam que o SCP aliciou esta semana 3 jogadores do ABC para a próxima época parece-me uma falta de ética da nossa parte. O SCP é um clube diferente porque precisamente não tem estas atitudes, o SCP se quer os jogadores, pode e deve propor as condições que entender mas não o devia fazer numa semana em que se disputa uma final four da Taça de Portugal onde o ABC é precisamente o nosso adversário. E eu até gosto especialmente de 1 jogador dos 3 falados mas estas atitudes foram severamente criticadas por nós no passado e a ser verdade fico feliz porque são bons reforços mas fico incomodado pela "forma" que se tratou do assunto.
Saudações Leoninas

6 comentários:

Mike Portugal disse...

Penso que em termos de centrais não iremos precisar de contratar ninguém, pois temos 3 bons. Nas laterais se sair o Cedric, temos o Esgaio. Se sair o Jefferson aí teremos que ir buscar outro pois o J.Silva não tem maturidade para o lugar.

No meio-campo é quase inevitável que William saia, mas mesmo assim temos soluções em casa sem precisar de ir contratar. Rosell não me convence pelo que é de experimentar os putos. Para o resto do meio-campo temos mais do que soluções mesmo que saiam Adrien e A.Martins.

A extremos vamos perder o Nani, por isso é fundamental segurar o Carrillo (renovem lá com o rapaz, sff) e apostar no Mané. Temos também o Heldon que é melhor que o Capel e mais barato, mas será claramente uma 3ª escolha (ou 4ª se apostarmos em mais algum puto para extremo).

Para avançado o Slimani deverá ser vendido (está valorizado, é aproveitar) e como a equipa não está rotinada para jogar com 2 avançados (Montero e Tanaka) teremos que ir buscar alguém com caracteristicas semelhantes ao Slimani. A outra alternativa seria meter a equipa a jogar num 4-4-2 losango com o meio-campo assim:

--------- Wallyson
Carrillo ----------- Mané
---------- Gauld
------ J.Mário Montero

OU

--------- Wallyson
Carrillo ----------- Mané
---------- J.Mário
------ Tanaka Montero

OU

--------- J.Mário
Carrillo ----------- Mané
---------- Gauld
------ Tanaka Montero

OU

--------- J.Mário
Carrillo ----------- Mané
---------- Wallyson
------ Tanaka Montero

antonio pereira disse...

Para mim a melhor solução seria passar a jogar em 4-4-2 (losango) mas isto sou eu que sou um fã dessa táctica e estou farto do 4-3-3.

johnC disse...

Esqueceste que para o ano não tens extremos, vai-se o Nani, vai-se o Capel e no Carrillo não se pode confiar como está mais que visto... por cada bom jogo são 3 a ver navios. Preferia muito mais um Extremo do que um médio, isso sim temos às carradas: Adrien, Martins, William, Wally, Gauld, Labyad, Chaby, Iuri (a 10), JM, etc. Extremos tens poucos preparados para ser titulares apenas o Carrillo e o Mané. O resto ainda tem que rodar pela primeira liga.

Mike Portugal disse...

johnC,

Concordo contigo. E é mais uma razão para começarmos a jogar em 4-4-2 losango.

leao revisor disse...

JohnC

Só não concordo porque para mim o melhor jogador na próxima época vai se chamar Matheus Pereira.

E médios não temos às carradas como escreves, Adrien, andré Martins e Wiliam muito provavelmente vão sair, o ultimo então é certo.

Gauld não me provou nada, aliás confio muito mais no Wallyson do que nele por exemplo. Labyad que seria um excelente reforço não sei se não terá que abdicar do seu salário e isso poderá comprometer a sua permanência por cá. Se me dessem a escolher entre o Adrien ou Labyad a minha escolha não surpreenderia ninguém.

E Rossel não é o 6 que uma equipa que lute por titulos precisa, pelo menos não o demonstrou este ano.

Portanto para mim o SCP precisa de um 6 de classe.

Quando disse 3/4 jogadores, a 4º posição era a de extremo, mas se tiver que abdicar de alguma era essa que para mim caia.

J.Heleno disse...

Saindo o William Carvalho ( por 30 milhões é excelente) é óbvio que necessitamos de contratar um trinco, porque está mais do que visto que Rossel não é alternativa, devendo ser vendido (se tiver mercado).

Pessoalmente, tenho alguma curiosidade em ver o Slavchev a trinco, uma vez que do pouco que vi, parece ter algumas características interessantes para a posição.

Quanto ao Gauld não engana, não fosse a teimosia do Marco Silva, e já deveria ter mais minutos na equipa principal, é incompreensível como insiste em André Martins.

No que concerne ao Labyad, se vier o mesmo jogador ( e a ganhar o mesmo), nem pintado de ouro...se pelo contrário, vier com cabeça e com vontade de potenciar as qualidades que tem (ou dizem ter) pode ser uma opção interessante. No entanto, pessoalmente não acredito que tenha capacidade competitiva para singrar no futebol português, espero estar enganado.

Por último, quanto ao Slimani, aparecendo uma boa proposta (12a15 milhões) era de vender. Neste caso, temos de ir ao mercado contratar um avançado a sério, o que não se afigura fácil.