quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Agora a responsabilidade é tua JJ

Fechou o mercado, os planteis estão fechados e agora pelo menos até janeiro é com estes que cada uma das equipas terá que jogar.
Para mim o SCP conseguiu aumentar a qualidade da equipa (pelo menos esta época) ao mesmo tempo que fez dinheiro e ainda honrou os compromissos que tinha.
Portanto BdC passou toda a responsabilidade de um possível insucesso para o treinador, deu-lhe todas as condições que ele pediu para vencer, se tal não acontecer têm que ser tomadas as devidas ilações.
Como já tinha dito ontem, numa troca de comentários com os "meus queridos leitores", hoje um jornalista do expresso tem precisamente a mesma opinião que eu tive.
Aconselho vivamente a ler, porque como não foi escrita por mim, talvez não pensem que queira atacar este ou aquele.
Resta-nos trabalhar, para continuar na frente, neste momento "basta" isso!
Saudações Leoninas

9 comentários:

Carlos disse...

Podes mandar o link da crónica desse jornalista do expresso, sff?

Ferreira disse...

http://tribunaexpresso.pt/opiniao/2016-08-10-Sporting-teme-se-o-pior-espera-se-o-melhor-1

Este Nicolau santos também é meio malabarista como tu. Mais um a quem falta coerência

Ferreira disse...

"Temos, depois, os reforços. E nesta matéria, o Sporting está a tornar-se o clube do “tenta contratar”.
...
Convenhamos que o Sporting tenta contratar muitas vezes mas que poucas vezes consegue o que quer."

Delicioso. O Nicolau santos é mais um que "tenta" meter carvão.
É lidar...

João Monteiro disse...

Caros leoes,

Estamos a falar sobre um link descontextualizado da realidade actual. 10 de Agosto??? Ninguém reparou nisto?
Mas de qualquer forma serve para perceber que este tipo de análise feita no intervalo de jogos treino, só poderia resultar nas ridículas conclusoes tiradas pelo jornalista.

R. P. disse...

Nem mais. Jesus não se pode queixar. Não tem apenas de ganhar o campeonato, mas exige-se a Taça de Portugal e a Taça da Liga. No mínimo tem de ganhar isto.
E no mínimo a classificação para a Liga Europa e chegar às meias-finais. E quanto à Champinons, acho que tem condições de chegar aos oitavos, mas com isso já eu não conto, dado o treinador cagão que é.

Se não conseguir isto, demonstrará de uma vez por todas duas coisas: que só ganhou no Benfica porque os vouchers funcionam bem, e confirma a sua incompetências.

Luís Soares disse...

Isso mesmo

PQP as rotinas, entrosamento, etc

Temos é que ganhar tudo e com 30 pontos de avanço na liga e 5-0 em todos os jogos das taças

Jogar FM dá nisso

J.Heleno disse...

Agora é responsabilidade de Jorge Jesus e de Bruno Carvalho.
Fechado o mercado, podemos estar satisfeitos com o plantel apresentado pelo nosso Sporting.
No entanto, contrariamente à ideia que se pretende "vender" não se trata de um "all in" de Bruno Carvalho, mas sim de recolocar o Sporting num patamar de competitividade do qual nunca deveria ter saído. Com efeito, apesar de partirmos de novo com um orçamento inferior ao dos rivais, certo é que estamos perante um plantel "caro" e que teoricamente assegura capacidade para lutar pelos nosso objectivos até ao final.
A nível de campeonato, acredito sinceramente que uma pontuação equivalente à da época transacta significará o título, com a certeza de que não será fácil repetir uma época em que ganhámos na luz, ganhámos no Dragão e ganhámos em Braga, pelo que será essencial não perder pontos contra os chamados "pequenos". Acredito que o título será disputado até à última, tal e qual foi na época transacta, com a esperança de que este ano sejamos nós a celebrar.
Por outro lado, com este plantel não é admissível abdicar da Europa, conforme JJ fez (erradamente) a época passada. Independentemente do grupo fortíssimo, exige-se uma campanha europeia digna, seja com continuidade na Champions ou na Liga Europa.

Quanto às taças, prioridade óbvia para o Jamor, devendo a Taça da Liga ser utilizada para rodar o plantel.

Não sei se este é ou não o melhor plantel dos últimos anos (deixo essas profecias para outros...), mas acredito que será um dos melhores, impondo-se que essa qualidade, contrariamente ao que aconteceu no passado, se reflicta dentro do campo.

Quanto às vendas, são sem dúvida as melhores de sempre para o nosso clube, devendo ser atribuído mérito a quem potenciou os jogadores e a quem teve arte e saber para negociar no momento certo, pelos valores certos. E não se venha dizer que estas vendas resultaram de um mercado altamente inflaccionado etc etc... Isso é mandar areia para os olhos dos Sportinguistas. Há vários anos que o mercado está inflaccionado, há mais de meia dúzia de anos que vemos os nossos rivais a efectuarem vendas brutais...Finalmente, podemos dizer que também neste campo o Sporting está de volta.

Por último, não posso deixar de salientar as assistências registadas em Alvalade...Algo que noutros tempos era destacado neste espaço mas que agora parecer ser um tema secundário. Acredito que é possível manter esta onda verde e continuar a encher Alvalade e todos os estádios por onde passamos.

SL

leao revisor disse...

J.Heleno

Quanto gastou este ano os clubes ingleses em transferencias e quanto gastaram o ano passado apenas para lhe dar um exemplo?

Quantas vezes portugal foi campeão europeu?

Eu até concordo com o que diz, da equipa dos objectivos do mérito do treinador e do presidente nas negociações para esquecer isto também é "atirar areia para os olhos", foi tudo fruto destas circunstancias todas e ainda bem.


J.Heleno disse...

Se é verdade que este ano os clubes Ingleses gastaram mais, também é verdade que tal tem sido uma tendência verificada ano após ano, o que tem permitido aos nossos rivais, ano após ano, efectuarem vendas astronómicas para Inglaterra, ao passo que o Sporting "via passar navios".

Quanto à selecção, obviamente que o estatuto de campeão europeu tem o seu peso, no entanto, a verdade é que William, Adrien e João Mário apenas surgiram como figuras de destaque na selecção fruto do trabalho desempenhado durante a época, onde pelo menos o Adrien e o João Mário foram potenciados ao máximo. Tal como Slimani também foi potenciado ao máximo, tendo rendido o dobro do que rendeu com Jardim e com Marco Silva.

Devemos estar felizes e satisfeito pelo facto do nosso clube ter atingido um reconhecimento internacional que há muito lhe escapava e termos hoje um plantel altamente valorizado, contrariamente ao que sucedeu no passado.