segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

A nossa bola de Ouro

Se existe coisa em que somos reconhecidos como os melhores do mundo ou pelo menos no top 3 dos melhores do mundo é a o trabalho da nossa formação. A 2 conquista pelo nosso Cristiano Ronaldo vem dar força ao trabalho realizado e vem, espero eu, obrigar a uma reflexão séria do caminho que estamos a levar na nossa "galinha dos ovos de Ouro" que vem alimentando sucessivamente a equipa principal do SCP.
O nosso presidente disse numa recente entrevista que o SCP gasta anualmente 9 Milhões o que efectivamente é... incorrecto. Compreendo que BdC utilize este numero elevadíssimo para fazer valer a sua posição, questões dos contratos com os jovens (falarei mais a frente) mas para repor a verdade o SCP gasta 9 milhões com a "formação" se contabilizarmos o que o SCP gasta com o financiamento da academia, se contabilizarmos o que o SCP gasta com a manutenção da academia (que é paga por nós ao contrario de outros que lhe foram inclusivelmente oferecidos os centros de estágio) e depois ainda os custos com treinadores, funcionários, e os respectivos contratos com os jovens valores da formação (e para chegar a este numero a equipa B está incluída na formação). Se a academia é utilizada tanto pela formação como pelo plantel sénior os 2 primeiros custos (financiamento e manutenção, que são a fatia de leão dos custos) só são compreensíveis que se coloque no "orçamento " da formação para como disse antes, dar força a nossa posição sobre os contratos dos jovens jogadores.
Até pelo que se passou no verão, todos sabemos que jovens só podem celebrar contratos profissionais aos 16 anos, podem celebrar contratos de formação antes mas isso acarreta um aumento de custos (que o SCP não quer), e até essa idade, qualquer jogador sem qualquer tipo de vinculo pode trocar de clube sem nenhuma compensação, o que nos levou a perder vários internacionais esta época e se não corrigirmos isto, ou não se mudar a legislação, vai haver outra debandada no próximo verão.
A posição do SCP é compreensível, afinal somos os grandes prejudicados no meio disto tudo, mas sinceramente não sei como com esta legislação e com a legislação europeia se pode dar a volta a questão.
Mas quem pensa que o SCP domina completamente a formação em portugal está enganado, aliás começa a ser evidente que já perdemos o comboio e estamos a viver do trabalho de 3/4/5 anos atrás.
A responsabilidade não se pode imputar unicamente a BdC (seria estúpido até pensar assim), foi com GL que se começou a "destruir" todo o modelo de formação. E "destruir" porque? por 2 ordens de razões fundamentais, porque se por um lado, começaram a entrar ex-jogadores sem nenhuma experiência no cargo, os casos de Pedrosa o ano passado e Venâncio este ano são os mais evidentes, e a questão não está no nome das pessoas podia ser o "Manel", os resultados (bem sei que não é o mais importante) mas a equipa do Pedrosa apresentava um futebol confrangedor para o nível do SCP, com jogadores por exemplo que esta semana já jogaram pela equipa B do clube.
A 2º ordem de razão é a mais importante de todas, aliás é o centro de todo o problema, o SCP que tinha a maior e melhor rede de observadores do pais, deixou simplesmente de a ter pelos custos naturalmente elevados que isso obrigaria. E é facil então perceber que se tens 100 pessoas a observar jogadores em cada fim de semana se passas a ter 10, existe uma perda de 90% de jogos visto por fim de semana ou seja existe uma muito menor probabilidade de descobrir novos talentos e/ou quando descobrimos já os "outros" estão em cima dos jovens. Pior do que tudo isto é que os "90" que saíram da nossa rede entraram nas redes de FCP e SLB ou seja não só ficámos mais fracos, como os outros ficaram mais fortes. Até nesta questão fundamental o nosso desinvestimento é acompanhado com um investimento dos rivais. Como disse antes, este "problema" não se nota ainda no topo da cadeia, mas já é por demais evidente na sua base e isso terá consequencias no futuro a nivel sénior.
Como é que isso foi sendo compensado no passado, mesmo antes de GL? Com a entrada em cena de empresários que colocavam jogadores em Alvalade, em troca de quê? De percentagens de passes dos jogadores. Será que isso é muito? Será que o que nós ganhámos com Bruma, Ié e Agostinho Cá por exemplo, foi pouco para o trabalho que não tivemos em os "descobrir"? Será que ter cortado com o "observador" que muito possivelmente em termos de numero de jogadores/sucesso mais dinheiro deu ao clube foi uma boa decisão? Mesmo sabendo que Catió não é flor que se cheire? Será que neste momento sem a tal rede e sem "observadores" temos o futuro risonho que fomos habituados?
E aqui entramos noutro problema, deixámos sair 2 jogadores para o FCP de borla no verão porque não chegámos a acordo com os mesmos, vou "saltar" a parte de um deles ser o jogador mais promissor que a Academia tinha e o outro estar a fazer uma época fantástica jogando um escalão acima, o SCP não abdica de negociar com os jovens por valores que acha correctos. Posição aceitavel, mesmo que os nossos adversários directos esfreguem as mãos com os jogadores que perdemos devido a isso. Mas faz-me uma certa confusão quando se olha para a formação e quando se alega razões monetárias para não ficar com 2 jovens promessas e depois gastamos muito mais na contratação por exemplo do Enoh, jovem que ingressou para a equipa B e que é uma autentica incógnita. Será que não seria preferível ficar com os jogadores da nossa formação do que ir comprar estes jogadores que chegam já séniores, que necessitam de um periodo largo de adaptação e mesmo assim não certezas.
Olhando para o futuro e percebendo as movimentações dos nossos adversários, percebemos que o que nós fizemos, redução do orçamento e aposta na formação, será acompanhado pelos adversários. Já tenho dito que se a UEFA aplica-se a regra dos 6+5 o SCP seria um caso sério da Europa em relação ao futebol sénior e dominaria o panorama nacional. Com esta alteração de paradigma acho que isso será ainda uma realidade nos próximos 2/3 anos e depois entraremos numa travessia no deserto na nossa formação.
Este Post não pretende atacar ninguem, até porque neste caso em vez de "responsaveis" o que me parece que está em causa foi uma mudança de visão sobre a formação.
Saudações Leoninas

31 comentários:

porrinho disse...

Soluções?

Se não temos dinheiro para pagar temos de confiar, por enquanto, no nosso reputadissimo nome e assinar com aqueles que parecem ser os melhores - sim, o puro que foi para o Porto parecia ser muito bom... Ou então metermos-nos nalguma parceria com algum empresário mais idôneo.

Não sei se estamos a matar a galinha para lhe tirar os ovos ou se apenas estamos a tentar melhorar as condições da capoeira para que a galinha ponha mais e melhores ovos, perdoa-me a figura de estilo.

O facto é que casos como o do Pedrosa são de lamentar e evitar, foi vergonhoso quer a qualidade de jogo quer o comportamento no banco. Mas lá está, Na política e nas eleições não há almoços grátis...

SL

leao revisor disse...

Porrinho

Concordo, é um problema dificil de resolver.

Mas algo tem que ser feito, não me parece que assim tenhamos sucesso, ou pelo menos o sucesso que estamos habituados.

Sinceramente eu tambem não sei o que é possivel fazer. Colocaria como ultima opção o corte nos gastos na formação que nos enfraqueçam. Tambem entendo que é dificil acompanhar o investimento dos rivais, mas até por isso parece-me primordial chegar primeiro que os outros e negociar primeiro que os outros.

Mike Portugal disse...

Esse problema dos clubes oferecerem muito dinheiro para levar os nossos jovens de 15 anos não é novo. Mas está a escalar de nível. Qualquer dia essa "guerra" de ordenados sobr a um nível que começa a ficar incomportável ter formação.

Legislação não pode haver pois pessoas com 15 anos não podem assinar contratos de trabalho profissionais. Por aqui acho dificil resolver o problema.

Em termos de soluções acho que se deve voltar a apostar na rede de observação, mesmo que isso implique um custo maior por época. Mas iremos SEMPRE bater num problema: quando o jovem chega aos 15 anos continua a poder sair a custo zero.

Gregor Samsa disse...

Estamos metidos numa "camisa de forças." O legado do Godinho Lopes é terrível. Até no que respeita as "guerrilhas intestinas" que, num abrir e fechar de olhos, deitaram por terra o ascendente sobre a concorrência que se havia constituído nos escalões de formação.

A resposta também passará pelos êxitos da equipa principal. Com eles, o clube tornar-se-á mais atractivo (para atletas e, não menos importante, empresários/agentes de jogadores) e mais capaz de competir na detecção precoce de jovens talentos.

Mas tudo indica que não evitaremos uma "travessia do deserto" em breve. Com consequências imprevisíveis. Não, não é impossível que, em meia dúzia de anos, a gabada "formação do Sporting" seja uma relíquia do passado.

Realço que estou mais preocupado que pessimista. Mas temo que aqui algum "wishfull thinking" esteja a pesar demasiado.

Pedro disse...

1 - Esses problemas devem ser expostos à direção para se inteirar sobre as medidas que estão a ser tomadas. Já o fez?

2 - lembro-me como se fosse ontem da noticia sobre godinho lopes despedir dezenas ou mesmo centenas de profissionais ligados à formação e quando foi criticado por isso o lr defender a atitude. O que mudou de lá para cá?

3 - como habitualmente o mike tem razão. O problema não é novo mas neste momento será muito mais relevante. Tudo porque muito brevemente os gaitans desta vida vão acabar e as soluções terão de ser outras. A minha esperança é que a chapada financeira que vão levar seja tão grande que nem para a formação tenham investimento.

4 - o sporting tem de começar a jogar com as mesmas armas. Pacto de não agressão já lá vai por isso temos de fazer o mesmo. Até aos 15 anos todos os bons jogadores dos rivais levam umas luvas e uma lavagem cerebral com a história do ronaldo vs nelson oliveira. É bonito? Não. Amor com amor se paga.

Pedro - sporting sempre

porrinho disse...

Pedro,

Concordo que em tempo de guerra não se limpam armas... Mas quem acompanha a formação assiduamente como eu faço à muitos anos sabe que nem tudo o que luz é ouro e que 98% perdem-se pelo caminho e que há alguns- ou mesmo muitos- que demoram mais tempo a brilhar.

A rede de prospecção deve manter-se, cada um de nós deve ser olheiro, cabe é à Direcção criar canais que permitam o contributo desinteressado.

SL

Carlsberg disse...

Boas,

Apesar disso tudo que o revisor disse, poder ou não ser verdade, eu não sei porque não estou lá e não acompanho tanto como gostaria a formação.

Tenhamos atenção que uma coisa é formar, e ser forte na prospecção e na formação e outra coisa completamente diferente é a coragem de apostar nessa mesma formação.

Vide o Benfica, que nunca apostou em ninguém desde Rui Costa. Agora tentam timidamente apostas nos Andrés e no Cavaleiro, mas assim que as coisas correm mal, mesmo sem culpas, são os primeiros a sair!!

Também temos que ter em conta, que a massa adepta lampiónica não tem paciência para que os jovens vão aprender para a equipa principal, não é fácil de certeza absoluta ter 65 mil espectadores a assobiarem um jogador, quando este toca a bola, sendo que este apenas tem 19/20/21 anos!!

Aliás.... David Simão, Danilo Pereira, entre outros que andam espalhados por este Portugal inteiro, bem como outros do FCP mostram o quanto estes 2 clubes apostam nos jovens, e é isso que daqui a 1/2 anos os jovens vão pensar, quando tiverem que decidirem entre o SCP e os outros, é suicídio de carreira ou alguma hipótese de ser alguém!!

Depois há outros que apenas pensam em dinheiro.

Julgo também que BdC bem como Inácio e até Leonardo Jardim, de certeza absoluta já verificaram tal lacuna, caso esta exista, e já estarão a resolvê-la.

GL deixou-nos muito mal, e não se pode pedir tudo em apenas um ano... certeza que ficarás LR surpreendido mais tarde ou mais cedo pela positiva.


SL

leao revisor disse...

Carlsberg

O que você diz é verdade o problema é que nós apostando na formação vamos começar a não ter qualidade para colocar na equipa A como temos tido.

Se eles colocam ou não é um problema deles, preocupa-me muito mais a nossa situação.

Pedro

1- Acha que a direcção do SCP não sabe já dos problemas que disse? Foi uma opção e o risco assumido pela direcção.

2- Ainda bem que o blog tem um histórico, a esta pergunta sua "Era então conveniente explicar o motivo da troca. Foram buscar mais competencia? Os resultados eram maus? A formação dos que entraram é superior à dos que sairam? O pedrosa e o dominguez entram no grupo dos competentes? Qual o critério?"

Eu respondi, "Pedro

Se acompanha o blog deve calcular que eu não mudaria.

Se acompanha o blog também deverá saber que como em muitos outros casos a saída de Pedro Mil-Homens e dos seus protegidos foi cavalo de batalha para alguns.

Eu acho que estas alterações não vão resultar em melhores resultados desportivos, mas novamente espero estar enganado em beneficio do SCP."

Isto foi a 10 de setembro por isso não diga que concordei com tudo o que foi feito sff.


leao revisor disse...

10 de setembro de 2012 como é lógico.

João disse...

Na minha opinião.... Nem tudo tem que ter uma solução.

Na situação a que chegamos é perfeitamente natural que se tapamos a cabeça se descubram os pés.

Admitindo que temos boa formação para aproveitar nos próximos 2/3 anos, acredito que há outros sectores que não tem esse tempo de espera e para onde tiveram que ser deslocados fundos.

É esperar que o trabalho seja bem feito e daqui a 2/3 anos tenhamos condições para re-investir na formação.
A ser verdade, não será uma altura de menor fulgor na formação que removerá todo o prestígio da Academia até hoje alcançado.

SL,
Xait

Pedro disse...

LR,

Não vou procurar nada ao histórico porque não acho que justifique o trabalho mas se nunca defendeu a entrada dos novos protagonistas na era GL tanto melhor. Tenho mesmo ideia, sinceramente, que na altura defendeu (por mais do que uma vez) a atitude. Pelo menos em alguns pontos (na verdade a entrada de pedrosa era indefensável...).

Em relação ao ponto 1, o intuito era o LR saber o que está a fazer para contrariar essa situação e não informar a direcção do problema.

Porrinho,

Concordo em absoluto que se deve investir na prospecção. É tão ou mais importante que trabalhar os jovens depois da sua chegada.

SL

Pedro disse...

Não queria também deixar de dizer que há bastante tempo que não via um post tão pertinente.
Daí ter voltado a comentar.

Pedro - Sporting sempre

Carlsberg disse...

Revisor,

Tendo em conta que se nós não iremos ter jogadores de qualidade para colocar a jogar na equipa sénior, dentro de 2/3/4 anos, e sabendo que SLB e FCP não lançam os miúdos, quem irá ficar a perder será a selecção nacional.

O que irá acontecer é tentar arranjar as pérolas no mercado sul americano, e africano já com idades de 18/19 anos, trabalhá-los 1 ano ou 2 e depois vendê-los.

De qualquer forma tenho confiança que BdC irá ultrapassar este problema brevemente.

SL

leao revisor disse...

Carlaberg

Sinceramente a seleção pouco ou nada me importa, nos trabalhamos para o nosso bem e não para o bem da seleção.

Existem 2 problemas, "comprar" jogadores jovens custa dinheiro, (o melhor nigeriano sub17 que tem sido apontado a scp e fcp custa 800mil euros), dinheiro que supostamente o scp não tem.

Depois mesmo que recorras a isso, comprar jogadores, não resolves o problema, irás continuar a estar na cauda da formação.

tiscp disse...

Post bastante interessante sobre um, que julgo ser, dos assuntos primordiais a ser discutido no nosso clube, porque se trata efectivamente da "nossa galinha dos ovos de Ouro", onde somos os melhores e que com a mudança de paradigma, que me parece que irá existir no panorama futebolistco nacional, e qiça internacional até, poderemos e deveremos aproveitar a enorme vantagem que temos nesse campo para os nossos rivais.

É verdade que é de ficar preocupado quando vemos a qualidade e resultados de certas equipas (juvenis e iniciados nomeadamente), mas tambem temos que ver que conseguimos retirar mais de jogadores medianos, do que os outros conseguem de jogadores cheios de potencial, veja-se o caso do nosso actual plantel principal, de todos os miudos que lá estão, a maios parte embora seja a nata da formação, não se pode considerar nenhuns fora de séries, excluindo o Dier e Mane (que explodiu nos juniores), nenhum dos outros era uma super estrela cheia de potencial e que fazia toda a diferença, por exemplo conseguimos retirar mais rendimento e aproveitar melhor o W.Eduardo que os lampioes com o n.oliveira.

Falas no teu post, que estamos a viver do trabalho de à 3/5 ans atrás e da existência de uma rede de olheiros, que acabava por fazer a diferença, que foi destruida, pois bem é verdade, que antes tinhamos a melhor e maior rede do pais, mas foi precisamente à 5/6 anos, na era de um tal lampiao, que essa mesma rede foi destruida, em que sportinguistas que ha muito vinham fazendo um trabalho quase gratuito foram perdendo protagonismo e sendo substuituido por uma rede supostamente "profissional", que entretanto não teve o minimo pejo de se mandar para o outro lado por meia duzia de tostões, levando consigo todo o nosso feedback. Essa destruição comeou bem antes de GL.
Todos nós temos conhecimento da história sobre o n. oliveira, por exemplo, em que o sinalizamos e entretanto quando a dita estrutura decidiu avançar para a avaliação, segundo dizem até o reprovaram, já ele tinha sido levado pelos lampiões.

tiscp disse...

LR, vais-me desculpar estar sempre a bater na mesma tecla, mas como é possivel continuares a defender alguem como esse parasita do catio, sinceramente a atitude dessa escumalha foi do pior e com consequências quase desastrosas para o Sporting, com gente dessa esturpe não podemos continuar a trabalhar.
Ele e o seu esquema mafioso que possiu na Guiné trouxe-nos grandes mais valias é verdade, mas também é verdade que ele apenas conseguiu valorizar e ganhar balurdios com os seus jogadores conosco, à custa do nosso trabalho e dos miudos, tendo as atitudes que todos sabemos. Gente dessa não presta e não podemos ter infiltrada naquela que é a nossa perola, tem que ficar a milhas da academia.
O que ele faz podemos nós fazer, e espero que seja isso que irá ser feito daqui para a frente, agora não podemos é andar a ser comido por um chico esperto que nos causa milhões de prejuizo e não tem o minimo de respeito pela casa que lhe dá de comer.

Numa coisa concordo contigo, não podemos tratar todos os jogadores da mesma forma e pensar que com tectos ou patamares iguais para todos resolvemos os problemas, a realidade é que a qualidade paga-se e é essa mesma qualidade que nos poderá trazer o devido retorno, por muito risco que isso represente. Não se pode partir para um mesmo tratamento ou patamar para um moreto que o que se teve com o Kikas ou L.Ribeiro, p. exemplo, são situações diferentes e que exigem outra abordagem.

Porque muito embora consigamos retirar valor de jogadores não tão excepcionais à partida, os grandes craques é que deixam milhões, que possibilitam pagar a formação durant varios anos, não conseguiremos valorizar de certeza todos como o W.Carvalho.

Temos uma das 3 melhores e reconhecidas academias do mundo, temos que aproveitar melhor essa fama, e por muito dinheiro que os outros ofereçam, nós temos a nosso favor os mais variados exemplos e numeros a comprovar a nossa excelência, trabalhando com isso e investindo forte quando se justifique não temos razoes para perder ninguém que interesse para os outros, mesmo levando em linha de conta a actuação de todos os parasitas que rodeiam o futebol de formação em Portugal.

leao revisor disse...

tiscp

O Catió foi um exemplo apenas, o mais visivel dos ultimos tempos.

Foi ele que colocou (a bem ou a mal) muitos jogadores da nossa formação que já renderam para cima de 15M (e não faço contas ao que nos valeria no futuro o Moreto e Sambu).

Ele é mafioso? É com toda a certeza! Estava nisto para ganhar? Obviamente! era o negocio dele, mas sinceramente acho que com calma e bom senso, o SCP não tinha melhor "parceiro" e Catió idem.

Porquê? Porque o SCP como se disse atrás e bem, é o clube que mais aposta na formação e por isso mais possibilidades tem dos jovens se valorizarem ou seja mais dinheiro ele poderia ganhar e nós tinhamos uma pessoa que comprovadamente trazia jogadores de qualidade para o clube.

Dizes que o que ele faz podemos nós fazer, é certo, mas tenho imensas duvidas que consigamos a qualidade que ele trazia e pior que isso a influencia que ele tem junto dos familiares.

Não me interpretes mal, não quero ser amigo do homem, apenas quero o melhor para o SCP, e acho que neste caso mesmo com todos os problemas que existem, Catió era uma peça importante, principalmente neste contexto de dificuldades económicas.

Carlsberg disse...

Revisor,

Não temos agora dinheiro para comprar esses jogadores, daqui a 2/3 anos se tudo correr bem com a CL e outros patrocínios que daí vêm já teremos.

O que eu quero dizer é que mesmo que percamos o comboio da formação, algo que eu duvido, a equipa principal não irá ter problemas.

Depois, o LFV que disse que em 2020 o SLB seria constituído 90% por jogadores formados no clube, sabemos que isso não irá acontecer, e podemos aproveitar isso.

Por exemplo, eu tenho gostado de ver David Simão e Danilo Pereira, acho que seriam bons reforços, este ultimo caso WC e Fokobo saiam.

Nelson Oliveira, um jovem muito mal aproveitado lá para aqueles lados, também é o jogador que me agrada e que podemos eventualmente, tentar contratar um dia.

Mas digo que tenho pena pois somos uma enorme referência mundial em termos de formação, estamos a vender o nosso "know How" a outros países e não podemos nem devemos perder este comboio.


SL

leao revisor disse...

Carlsberg

Basta fazer uma analise fria e perceber que dos juniores para baixo tanto SLB como FCP são mais fortes que nós.

Não nos podemos iludir.

Mais, não me parece uma boa estratégia fazer a opção de contratar miudos fora como a principal. Esse dinheiro é melhor empregue para segurar os melhores e aumentar a nossa rede.

tiscp disse...

Poderia até ser um parceiro interessante do ponto de vista da qualidade, mas depois do que aconteceu este verão é impossivel trabalhar com um criminoso desses.

Achas que seria admissivel voltar a falar com alguem que tinha tudo orquestrado para o nosso jogador mais valioso ser desviado para o porto, tendo feito a cabeça ao miudo, participado numa rescisão unilateral e incendiado a comunicação social como esse palhaço o fez?

E para já não falar que não foi a primeira vez que nos fez tal coisa, já nos tinha lixado em anos anteriores com o rudinilson, o bancassi e o batis cande, que felizmente, por muito potencial que tinham em especial o ultimo, estão a perder-se.

Gente minimamente civilizada não arranja fimes de raptos como esse boneco o fez, por coincidencia muito idêntico ao que já se tinha passado à anos com os mesmos intervinentes e que acabou por acabar à estalada à porta da academia, desculpa-me mas isto não e gente com classe para estar associado ao Sporting.

Esse ingrato que cospe no prato onde se fartou de comer, bem pode levar as suas perolas todas para os bimbos ou lampioes, veremos onde irá sequer rentabilizar algum dos miudos, ganhando só metade que seja do que recebeu com o Amido.

Tem muita influencia junto dos familiares porque era o unico a fazer a ponte entre a Guiné e Portugal, se lá entrarmos num projecto bem desenvolvido talvez consigamos tambem descobrir alguma da dessa qualidade.

E muito embora a curto prazo a quebra de ligação nos seja prejudicial, pela perda de valores que tivemos, a longo prazo não tenho duvidas que seja o melhor para o Sporting ter esse abutre bem longe.
Já para ele, tenho a certeza absoluta que não conseguirá melhor parceiro do que o Sporting...

Ronaldo disse...

Post interessante e um tema, de facto, muito importante.

Acredito também que é um tema que merece e merecerá a maior das atenções dos atuais dirigentes que, dentro das nossas limitações atuais, tudo deverão fazer para reforçar a nossa aposta na formação.

Mas esta questão da formação tem muito que se lhe diga:

- Posso estar enganado mas, sem efetuar qualquer pesquisa, o Sporting não é o clube com mais títulos nos juniores, nos juvenis e nos iniciados (penso que nos iniciados estaremos mais próximos dos nossos rivais). Também é verdade que com a Academia em Alcochete recuperámos terrenos nessas contas. No entanto, não tendo a melhor equipa e o melhor conjunto na maioria das vezes, conseguimos sempre formar jogadores que individualmente se destacarm e muito (Futre, Figo, Quaresma, Simão, Ronaldo, Moutinho, ...)

- Moreto e Sambu? O Sambu nunca na vida tem técnica para ser um jogador de topo. Quando a diferença física desaparecer ele vai desaparecer também. O Moreto vamos ver. Aos 13/14 anos o Agostinho era tão bom como ele. Onde está hoje o Agostinho? Ainda joga? Dos jogadores da Guiné qual é que aos 25 anos é/foi um craque? Djaló acabou. Bruma vamos ver. Zezinho penso que não passará disto. A.Cá também não vai passar daquilo que é hoje...

- Quem diria que iríamos tirar mais partido do Wilson E. ou do André Martins do que do Diogo Rosado (por exemplo)?

- O João Moutinho nunca foi o melhor jogador das várias equipas da formação em que jogou

- Quem diria que o Tiago Ilori iria ter a evolução que teve com 18/19 anos?

E existem muitos e muitos mais exemplos.

Mas não há outro caminho. A solução passa por recuperar das muitas asneiras feitas num passado recente. E, conforme já referi e no contexto das nossas limitações atuais, tudo deverá ser feito para reforçar a nossa aposta na formação.

tiscp disse...

Sem dúvida Ronaldo que tudo o que dizes é verdade, mas isso tem a ver com o desenvolvimento de cada jogador, o Zidane com 21 anos era suplente do Bordéus.

Agora tambem não podemos é descurar completamente a qualidade à espera que se deem milagres ou explosões como ilori.
E apesar de todos esses exemplos que destes de talentos que se perderam, já tivemos muitos outros que tambem potenciamos.

Porque a realidade tambem é esta, o bruma se tem ficado connosco este ano, sem ter acontecido o que aconteceu e num cenário normal, poderia muito bem vir a deixar aqui 30M à vontade e jogadores que consigam atingir esses valores, são poucos, raros até.

Por isso e por todo o que é o nosso historico de potenciar valores, os melhores tem que estar connosco, com outra mentalidade da parte dos jogadores, começando a sentir verdadeiramente o clube e nós a dar-mos as melhores condições para que possamos retirar o máximo rendimento desses mesmos activos.

Ronaldo disse...

Sem dúvida. Só temos de continuar a apostar cada vez mais (naturalmente dentro das nossas limitações) na formação!

Percebendo e concordando com a opinião do Revisor relativamente à qualidade das diferentes gerações da nossa Academia, o que queria dizer é que uma equipa não ganhar o campeonato de iniciados, juvenis ou juniores isso quer dizer muito pouco sobre o facto de aproveitarmos 1 ou 2 jogadores dessa equipa para o plantel principal quando esses mesmos jogadores tiverem 18/19/20 anos.

Ainda sobre o Moreto. Naturalmente que o acho um jogador talentoso e que é de lamentar a sua saída. Mas, também face ao histórico da evolução dos jogadores guineenses que temos tido, alguém se irá admirar se aos 20 anos não for o melhor jogador entre todos os que jogavam na sua equipa do ano passado? Eu não!

Mike Portugal disse...

Sinceramente, estou-me bem a borrifar para os títulos nos iniciados, infantis, juvenis e juniores, se bem que nos juniores já seria bom haver vitórias com regularidade.

Nesta dança de jogadores e no aliciamento que existe, nunca se sabe realmente o que pode dar um jogador até ele chegar perto da idade de assinar contrato profissional. Pode ter o maior talento do mundo, mas se não tiver a cabeça no lugar e não treinar bem, nunca será grande.

E é aqui que temos que nos diferenciar dos outros. É preciso instituir nos miudos o prazer pelo treino, ensiná-los a treinar bem e fazer com que eles queiram treinar por eles prórios.

porrinho disse...

O Mike Portugal tocou no ponto certo: a capacidade emocional do jogador eh tao importante como a capacidade tecnica.
Todos vimos/conhecemos casos de jogadores com potencial enorme mas que por razoes de falta de controlo emocional ficaram pelo caminho (Paim eh o exemplo mais flagrante, lembro-me de ver o Pedro Barbosa a aplaudir efusivamente um golo dele!).
O facto eh que tambem nao conseguimos controlar tudo, especialmente a moral (ou falta dela) de alguns jovens/pais/empresarios (o Suinao Sabrosa, O Moreto Cassama, os putos que foram para o Chelsea na altura do Adrien, etc) e creio que eh ai que temos de nos focar com mais insistencia, temos de conseguir criar uma cultura de trabalho, de responsabilidade, de pertenca ao clube. Sem isso apenas estamos a fabricar em serie...
Creio que uns workshops constantes, com "role models" seriam importantissimos para a formacao destes jovens, assim como apresentacoes de casos de insucesso da Academia com causas e consequencias.

SL e eh bom voltar a ver as pessoas a discutir o Sporting e o seu engradecimento

leao revisor disse...

Não quero ser o pessimista da questão, e para mim também não me faz confusão nenhuma não ganhar na formação, é um indicador sim mas não é o mais importante para mim.

Aquilo que digo e não deixando de ser verdade aquilo que dizem, eu prefiro ter qualidade e depois por uma coisa ou por outra os jogadores se perderem, do que não a ter.

Porque a capacidade mental e de trabalho são fundamentais, sem qualquer dúvida mas se não existir qualidade nada feito.

Por isso não tenho dúvidas e penso que vocês também não tem, que se tivermos o maior número de potenciais jogadores a probabilidade de termos no futuro realmente jogadores é maior.

Ronaldo disse...

Revisor,

Estamos de acordo. Mas há qualidade e qualidade. Quantos jogos/campeonatos o benfica ganhou com a ajuda do Sancidino? E vai sair dali alguma coisa? Por isso é que eu digo que não tenho pena nehuma de ver o Sambu ir para os corruptos. Mas cá estaremos para ver...

Uma correção do que escrevi atrás:

"- Moreto e Sambu? O Sambu nunca na vida tem técnica para ser um jogador de topo. Quando a diferença física desaparecer ele vai desaparecer também. O Moreto vamos ver. Aos 13/14 anos o Agostinho era tão bom como ele. Onde está hoje o Agostinho? Ainda joga? Dos jogadores da Guiné qual é que aos 25 anos é/foi um craque? Djaló acabou. Bruma vamos ver. Zezinho penso que não passará disto. A.Cá também não vai passar daquilo que é hoje..."

Quando disse Agostinho queria dizer Antoninho.

leao revisor disse...

Ronaldo

Não sei se vai dar ou não, o FCP (que já enganou o SLB) para o ano saberá.

Ninguem tem uma bola de crital para saber se os jogadores vão ter sucesso ou não.
Uma coisa é certa, se existia jogador que meia europa andava atrás era o Moreto.

Acho que é consensual que se perguntassem a alguem qual é o jogador mais promissor da Academia todos diziam Moreto.

Como dizes o Bruma não se sabe o que dará (ainda para mais com esta lesão) mas rendeu mais de 10 milhões. Moreto até pela "fama" que já tinha na Europa era uma potencial fonte de receita.

Agora eu pergunto-te dos jogadores da formação neste momento quem é uma potencial fonte de receita para não falar de uma potencial fonte de qualidade para a equipa principal.

Mike Portugal disse...

LR,

Concordo que temos que continuar a apostar na qualidade. O que estou a dizer é que temos que nos distinguir dos outros (estar um passo à frente) em relação à parte do treino e sua abordagem.

Claro que se tivessemos dinheiro, bastava todos os anos estar atentos aos miudos promissores de 14 e 15 anos do SLB e FCP e ir lá alicia-los, mas não me parece esse o caminho.

Ronaldo disse...

Revisor,

Sim, estamos de acordo.

"Acho que é consensual que se perguntassem a alguem qual é o jogador mais promissor da Academia todos diziam Moreto."

Lá está. Mas dizia-se o mesmo do Antoninho quando tinha 14 anos. Hoje não é um jogador rápido e é relativamente baixo e não vai dar nada.


"Agora eu pergunto-te dos jogadores da formação neste momento quem é uma potencial fonte de receita para não falar de uma potencial fonte de qualidade para a equipa principal."

Certo! Mas lá está. Alguém esperava (quando ele era juvenil) a evolução que o Ilori teve? O José Postiga não será (enquanto senior) melhor do que qualquer dos avançadps que o benfica lá tem nas camadas jovens? Tudo isto depende de muita coisa e alguns desses factores (atitude, profissionalismo, evolução física, ...) já foram abordados aqui.

F.Leitão disse...

Penso que é necessário ver um pouco mais longe...
O Sporting afastou-se do Catió mas tem agora o Paulo torres responsável pela área da formação da Federação de futebol da Guiné Bissau segundo julgo saber.
Na Colômbia o Domingues mais uma vasta equipa está tb a fazer um trabalho semelhante...embora num clube.
Existem no entanto situações que se têm vindo a degradar pelo caso será necessário estar atento