terça-feira, 3 de abril de 2012

Futuro imediato

O futuro imediato joga-se quinta-feira e segunda-feira. Não que o jogo de segunda tenha grande importância em termos de classificação, mas todos sabemos que ganhar à agremiação de Carnide dá um gostinho especial.
A equipa joga na Ucrânia cartada decisiva na Uefa. Um bom jogo e bom resultado significará a passagem às meias finais, e a importância desse mesmo jogo está à vista com o onze escalonado por Sá Pinto para Leiria. Eu acredito que vamos seguir em frente mas estou convicto que temos de marcar para que tal aconteça. Sá Pinto tem dado mostras (até algo surpreendentes) de alguma sabedoria táctica e tem sabido montar as equipas em função de cada jogo, ao contrário de Domingos que jogava sempre da mesma forma (sem plano B) com os resultados que conhecemos. Com a vinda de Sá Pinto (coincidência ou talvez não) acabaram as lesões em catadupa e até já vimos Izmailov fazer 10 jogos seguidos (algo que nunca pensei que voltasse a acontecer).
Com as fichas todas apostadas na Liga Europa é expectavel que a equipa faça das tripas coração, venha com a vitória no bolso mas extenuada do esforço feito em campo e das longas viagens. No entanto segunda feira recebemos os vizinhos de Carnide e temos (se é que serve de consolo) a oportunidade de lhes "rebentar" com as hipóteses de vencer o campeonato. Se o fizerem que não seja com a nossa "ajuda".

Duas vitórias, ou um empate (quinta) e uma vitória (segunda) é o que espero desta dupla jornada!

6 comentários:

Mike Portugal disse...

Eu defendo que se passarmos o Legia, devemos poupar jogadores na 1ª parte do jogo contra o SLB.

Riga/V-1-Boy disse...

mike

o legia? tas "atrasado" 2 eliminatorias.moss. estes sao o metalist

Mike Portugal disse...

Queria dizer Metalist. lool

Sporting1966 disse...

Jeffren outra vez lesionado FDSSSSS

Quinta é para ganhar crlh e segunda é para lhes rebentar a boca toda aqueles fdps e deitar o Joao Gabriel ao fosso para ver se gosta

Lionheart disse...

A entrevista esta' a ser uma grande merda. A jornalista esta há um quarto de hora a insistir no Domingos. Muito se gostava que este fosse um tema fracturaste no Sporting, mas lixaram-se porque paradoxalmente foi dos despedimentos mais pacíficos de sempre, pela maneira como Sá Pinto pegou de estaca. A razão do despedimento, que a jornalista tanto insiste em saber, prende-se pela clara melhoria para melhor desde que o Sporting mudou de treinador, e que Godinho Lopes só nao aclarou por delicadeza para com o ex-treinador. Pensava que nao era preciso fazer um desenho.

Lionheart disse...

Tenho serias duvidas sobre a eficácia deste modelo de entrevista para comunicar com os sportinguistas. Se por um lado e' desejável que o presidente do Sporting deve ser sujeito ao contraditório, por outro e' preciso que os temas certos sejam aprofundados para que haja melhor informação. E o que se passou foi que a entrevista se centrou no despedimento de Domingos e passou de raspão no tema da reorganização do universo Sporting que envolve o aumento de capital da SAD e a possível entrada de um investidor no capital da mesma. De resto, o mote foi dado quando a jornalista na introdução só apontou tudo o que correu mal neste mandato, para além do tom com que se dirigiu a Godinho Lopes tenha sido algo azedo.