domingo, 22 de setembro de 2013

Acreditar no processo

Ontem o resultado não foi o que esperavamos e o que pretendiamos, por culpa nossa que jogámos mal e por culpa do arbitro que cometeu um erro absurdo ao não assinalar um penalty mais que evidente, não que me surpreenda até porque prevejo que para a semana as coisas vão ser piores.
Este inicio de época é a amostra do que será a época, uma variação de jogos emocionantes com jogos fracos, com uma variação de rendimento que será dificil de perceber para o comum adepto. Para mim a razão disso acontecer é a juventude desta equipa, e como para mim a principal razão é essa ou acredito do processo que está a ser feito no SCP ou não acredito. Como acredito, tenho que olhar para este resultado um pouco mais resignado do que frustrado.
Quem acompanha o blog, sabe que eu gosto de treinadores que prefiram o rigor e a consistencia defensiva do que maluquices ofensivas. Contudo ontem, a entrada de rinaudo, tirou-nos posse de bola e enfiou-nos na nossa grande area, não foi surpresa nenhuma o golo do Rio Ave. Até neste ponto se queremos realmente no futuro sermos candidatos a algo, uma equipa grande quando se apanha a vencer.... nunca mais larga os 3 pontos!
Continuar a acreditar na equipa é fundamental, o caminho é duro e dificil, será mais facil e mais rapido com a nossa ajuda, está nas nossas mãos decidir.
Saudações Leoninas

4 comentários:

Suspeito do Costume disse...

Que diferença entre um pavilhão e noutro. Neste até o Nuno Dias começou a transpirar ao minuto cinco.

Mauro Silva disse...

Suspeito,

No outro pavilhão, o de Odivelas, a coisa era muito bonita. Pagar a renda é que era escasso.

Deixe-se lá de confrontações que também já jogámos no Paz e Amizade e já lá fomos campeões. Mais, no ano passado perdemos em casa com o Rio Ave, este ano empatámos...

JC disse...

"Contudo ontem, a entrada de rinaudo, tirou-nos posse de bola e enfiou-nos na nossa grande area, não foi surpresa nenhuma o golo do Rio Ave."

Peço desculpa, mas não concordo nada com esta análise.

Quando Rinaudo entrou, aos 69 minutos de jogo, já o SCP há muito que não tinha posse de bola e estava enfiado na sua área. Desde o início da segunda parte que assim vinha sucedendo.

Aliás, a entrada de Rinaudo visava dar mais agressividade ao meio campo leonino.
Pode-se questionar se com esta substituição Jardim obteria o efeito pretendido. Provavelmente não.

Agora dizer-se que foi a entrada de Rinaudo que nos enfiou na área e nos fez perder a posse de bola é, salvo o devido respeito, uma falsidade.

Por outro lado, o Rinaudo entrou aos 69 minutos e o golo ocorreu 3 minutos depois, de livre.
Dizer que não foi surpresa o golo, ligando-o à entrada de Rinaudo, é, uma afrmação destituida de qualquer fundamento.

No resto, concordo com o artigo.

Fábio Quinta disse...

JC

A entrada do Rinaudo 3min antes do empate do Rio Ave acontece. Não é de prever. Foi um facto que nada teve a ver com a estratégia do LJardim. O problema esteve na opção de colocá-lo em campo. O Sporting CP já não tinha posse na segunda parte e por isso mesmo é que o Vitor seria o jogador ideal pq tem posse, tem critério, tem futebol nos pés e na cabeça e técnica apurada. E a mensagem que o LJardim passaria para dentro de campo é que não estava satisfeito com o 1-0 mas sim, quereria ir para o 2-0 e arrumar com o jogo. Isto pq estava a jogar em casa contra o modesto Rio Ave.
Depois foi fácil.
Esperemos que aprenda com este erro de análise que nos valeu 2pontos.

Força Sporting CP

SL