segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Cada vez mais frustrante

Começa a ser frustrante ouvir Sá Pinto nos comentários pós-jogo. Eu ainda pensei que eram comentários mais para fora do que para dentro mas ontem fiquei convicto que ele realmente está convencido que é este o caminho para se chegar aos nossos objectivos e claramente não o é, até pelos resultados obtidos, porque empatar com Guimarães e Marítimo e perder com o Rio Ave não é só fruto do azar, não é só fruto da má finalização tem que haver um problema maior nisto tudo.
E a minha frustração é cada vez maior porque o plantel é extraordinário, temos 11 de qualidade, temos no banco muitas opções que dão-nos o luxo (que já não tínhamos à largos anos) de poder escolher quem entra e ainda temos nos não convocados jogadores que podem entrar no 11 sem qualquer problema.
Mas para mim Sá comete erros capitais que bloqueiam todo o valor destes jogadores, erros que pensava eu que ele tinha percebido já que no inicio da 2º parte eles em parte foram resolvidos.
1º Erro na formação da equipa, existe um jogador que não pode jogar naquela posição, nem falo do seu valor, falo das suas características, Adrien enquanto estiver ali nunca terá a capacidade de acelerar o jogo e muito menos fazer uma assistência (à lá Izmailov). Por incrível que possa parecer parece-me que ele está ali muito mais para destruir do que para construir. Todos os outros, podendo discutir se a alternativa é melhor que eles ou não estão a jogar na posição certa.
2º Erro capital a forma como o SCP joga. O SCP não pressiona o primeiro 1/3 adversário, disse na pré-época que era um problema do SCP continua a acontecer o que obviamente facilita e de que maneira os adversários. Essa mentalidade só poderá ser colocada em prática frente a SLB e FCP ou quando estamos a ganhar, nunca quando precisamos de marcar para passar para a frente do marcador. Depois o calculismo do nosso futebol, nós entre um passe de risco e um de segurança optamos sempre pelo mais seguro, e isso consequentemente torna o nosso jogo mais previsível, mais lento e menos perigoso. E foi essa pequena alegria que eu vi em grande parte do 2º tempo com um futebol muito mais vertical, com combinações em progressão, mais pressão sobre o adversário.
Não fazendo (se fosse eu treinador) a ultima substituição do SCP, Elias (que pediu para sair) por Carriço, tenho que a compreender, já que muitas vezes o ano passado segurámos o resultado daquela maneira. Ontem não deu resultado com um golo de livre ao cair do pano. A minha critica à substituição nem é a típica, colocou a equipa a jogar atrás e sofreu com isso. Devia já ter percebido que Gelson e Rinaudo jogam melhor sozinhos do que acompanhados e até por isso, até porque o jogo estava em transições devíamos ter aproveitado isso e colocar mais um jogador rápido, com bom toque de bola, com boa tomada de decisão e que tivesse a capacidade de chegar às duas áreas sempre que necessário, o ano passado não havia mas este ano há! ZAKARIA LABYAD
Saudações Leoninas
PS. Para que fique registado, mesmo depois de cometer muitas falhas, a mais em meu entender do que seria normal para tão curto espaço de tempo, neste momento ainda acho que o Sá Pinto deve continuar. Mas com este plantel, à 3º jornada começar a achar que não tem capacidade para o cargo realmente era algo que nunca tinha me passado pela cabeça.

26 comentários:

João disse...

LR,

Concordo com muito do que dizes no teu post. Acrescento que a meu ver, o Izmailov deve ser o nosso número 10. Remata muito e bem e tem capacidade de último passe. O Adrien a jogar àquela velocidade não faz falta à equipa.
Quanto ao Labyad, sempre achei que os blogs sportinguistas o sobrevalorizam. É um bom jogador, sem dúvida, mas não podemos ver nele um salvador da pátria pq não é nenhum Messi. É um jogador jovem, com talento, mas em crescimento.
Ainda quanto ao jogo de ontem, não tenham dúvidas de que o Porto e o Benfica vão jogar pior que nós nos Barreiros. No entanto, se calhar vão aproveitar as duas ou três oportunidades que vão ter e ganham o jogo mesmo sem jogar nada.
Ontem, o Capel tinha de fazer aquele golo e arrumar o jogo. Mais uma vez digo: os campeões decidem-se em pormenores. Se a bola do Capel tem entrado, hoje rejubilavamos com o renascer do Sporting e os títulos dos jornais seriam Garra! Frieza do leão ! Leão renascido !, etc, etc.
Não entrou, e estamos obviamente a pôr tudo em causa, mas repito que para sermos campeões não podemos desperdiçar ocasiões clarissimas como ontem, sobretudo em jogos em que as oportunidades saõ escassas.

vitor disse...

As paragens nunca nos foram benéficas!

Quando uma equipa mais forte realiza um jogo menos conseguido e uma mais fraca faz um bom jogo, apesar dos 3 resultados possíveis o empate é quase sempre o resultado mais justo!

Tanto podíamos ter ganho como perdido 3 pts! A vitória do Marítimo era igualmente justa, fez por isso e nunca se percebe porque é só se analisa o que o Sporting fez, num campo tradicionalmente difícil para todos! O problema é muito mais os pontos que ficaram para trás, de uma forma perfeitamente injusta!

Ontem dizia-se que este era precisamente o único tipo de jogo a que estávamos sempre obrigados a vencer daqui para a frente, o próximo!

Continuo a pensar o mesmo há muitos anos, para quem quer ganhar sempre faz muita falta ao jogo em Portugal a figura do 2º avançado, a criar desiquilibrios entre linhas! Saviola foi o expoente máximo disso por cá! Primeiros 45' de avanço, sempre muito nervosos! Faltaram sempre ideias ao meio-campo! Bom jogo do Marítimo, a defender e a atacar!

Sobre Sá e a entrada do Daniel nos últimos minutos e apesar do jogo ainda não estar ganho, nunca está antes de acabar, qualquer treinador tinha reforçado o meio-campo naquela altura perante um Marítimo galvanizado pela sua sempre excelente massa adepta no Caldeirão! Não se pretendeu dar nenhuma injecção de confiança ao adversário e também ninguém viu livre nenhum à entrada da área!

Os melhores treinadores antes de pensarem em desiquilibrar o adversário pensam sempre primeiro em ter uma equipa equilibrada, concorde-se ou não, estávamos demasiado permeáveis!

Para a semana vai ser igualmente difícil, contra a equipa que mais apontam como a grande sensação da Liga!

SL

leao revisor disse...

João

Eu disse que quando o Matias saiu, que o Izmailov para mim faria essa posição, ele ou o Labyad, que para mim são os únicos com capacidade no ultimo passe.

Mike Portugal disse...

Concordo em parte com este post. Acho que Sá Pinto apenas cometeu um erro grave ontem. Não foi ter tirado Izmailov que já devia estar cansado, mas sim meter Capel, um jogador que não pensa e se limita a correr. Nós precisavamos dum jogador que pudesse ligar com a equipa que estava a ficar partida. O André veio fazer essa ligação (e fá-la melhor que o Adrien, para mim) mas faltou Labyad ou Jeffren em vez de Capel para ser mais unido.

O facto de Carriço ter entrado e termos sofrido um golo não tem nada a ver. Foi de livre direto num lance que nem era falta.

leao revisor disse...

Vitor

Nem coloca em causa a substituição porque não sou treinador e apenas tenho a minha opinião.

Mas existem formas e formas de segurar o jogo, não é só colocando centrais que se segura o jogo. Para segurar o jogo não necessitamos de ter 10 centrais.

Os jogos são todos difíceis, mais ainda quando o nosso treinador os dificulta logo à partida!

vitor disse...

revisor,

Em Alvalade nunca chegou ganhar, exigimos sempre jogar mais ao ataque, o que acaba por se reflectir na afluência ao estádio!

Acontece que o futebol mudou muito, as equipas pequenas estão muito melhor orientadas!

SL

vitor disse...

E lá vai voltar a teoria do futebol como uma ciência exacta e sem riscos, quando o sucesso depende sempre de tanta coisa, inclusive do que não conseguimos controlar! E o inevitável regresso ao passado recente, onde se ainda fosse possível vencer alguma coisa! Inclusive o que nos escamotearam!

Estranhamente nunca falam talvez da ilação mais importante, veja-se por exemplo o valor acrescentado que representou Fergusson no United! Até quem nunca foi grande fã de Paulo Bento, começa a pensar que se calhar era o tal! Afinal não joga só em losango! Num clube com as nossas idiossincrasias, onde até Domingos falhou, nunca nada será comparável à vantagem competitiva que a estabilidade arrasta! Nada pois como pensar em mudar de treinador todas as jornadas!

Independentemente, numa semana em que se falou em demasia nos fundos e na percentagem dos direitos económicos, um clube com os seus adeptos de volta, com resultados na Next Gen, com a criação das equipas B - conceito que alguns se apressaram a adulterar para reservas e a precisar por isso ainda de mais regras - e que ainda suporta uma das melhores selecções do mundo, não deve temer nada nem ninguém, a médio e longo prazo! Com novas regras a caminho, sempre no sentido da maior sustentabilidade dos clubes, inimiga como é dos sistemas mais batoteiros, só um futuro muito auspicioso vincula o Leão!

Num país que não deseja mais nada que o regresso aos mercados, com o défice implícito, um Sporting que aposta tudo no aumento de competitividade para crescer independente, ainda devia ser um motivo de orgulho maior! Era bom que pensasse-mos que somos nós e só nós que temos que criar condições que possibilitem um Sporting estruturado e consolidado de vez já na próxima época e sobretudo no futuro! Um novo ciclo vitorioso está mais que ao nosso alcance!

Força Sporting!

SL

Nuno disse...

Depois da época passada e destes jogos, talvez fosse tempo de desmistificar a ideia de “plantel extraordinário”. Se assim o fosse, não se sentira tanto a diferença de qualidade, talento, capacidade na tomada de decisão, quando finalmente Izmailov está disponível. Viu-se isso ontem, viu-se isso no ano passado, quando entravam Matias e Izmailov no onze. Este plantel tem muitas posições onde existe qualidade e alternativas, mas falta gente com capacidade de definição no último terço, gente que marque golos com regularidade, gente capaz no último passe. Os extremos são inconsequentes ( pela imaturidade ou porque lhes é intrínseco ), não temos médios de ataque ( a não ser o jovem Labyad e o quase sempre indisponível Izmailov ) e o único PL, que vai fazendo o que pode, continua uma ilha.

Não tenho dúvidas que há qualidade para bem mais, mas não há tanta como se quer fazer crer, não em zonas de terreno onde se pode fazer a diferença. Quanto ao discurso do treinador, há semanas largas que é frustrante. Fantasioso e amorfo.

Jalex disse...

Os posts do Vitor lembram me isto...

http://www.youtube.com/watch?v=-qRDg9WS7fk

Carlos disse...

JÁ ESTOU CANSADO DESTE SPORTING HÁ MUITOS ANOS! NÃO HÁ MENTALIDADE GANHADORA, É SÓ MEDOS E TREINADORES DE SEGUNDA! ATÉ OS PEQUENINOS DIZEM NAS CONFERÊNCIAS QUE FORAM DOMINADORES E QUE ESTE SPORTINGUINHO NÃO METE MEDO A NINGUÉM! ESTOU FARTO! É PRECISO UM MURRO NA MESA, E ESSE MURRO TEM DE SER DADO NO FIM DESTA ÉPOCA E QUE HAJA UMA AVALIÇÃO E SEJA PARA MUDAR DE DIREÇÃO E DIRIGENTES QUE NÃO VALEM UMA MERD.....

leao revisor disse...

É os dirigentes e tipos que escrevem em caps lock porque pensam que assim um gajo lhe liga mais...

É isso mesmo, mudem tudo e ficamos logo melhores!

aleixo disse...

Bom post que levanta uma série infinita de possibilidades e ao mesmo tempo de dúvidas que assolam a cabeça dos sportinguistas. Todavia temos que acreditar que o Ricardo irá acordar a tempo. Abraço, SL

aleixo
http://ideaisleoninos.blogspot.pt/

Tavares disse...

Sem pendores directivos, e olhando à equipa em causa, é justo afirmar-se o seguinte:

1. Concordo que o plantel é equilibrado e capaz;

2. Verifico que as experiências do Sá Pinto, só podem ser fruto de alguma incapacidade;

3. Em bom rigor jogar com médios iguais, como seja Elias; Gelson; Adrien, só pode ter um resultado: anulam-se.

4. Izmailov tem mais do que capacidade como nº 10 clássico, bem como o Croata, que deveria ombrear nessa posição. Não enquanto defesa esquerdo.

5. Se estamos a ganhar, não podemos transmitir a imagem de tremura,não considero a entrada de Carriço que é uma nulidade. A melhor defesa é o ataque. Ontem o inter ganhava (veja-se bem italianos!), e colocou em campo mais um avançado: ganhou o jogo.

6. O estar farto... bom considero apenas que se temos treinadores que para eles, interessa mais não perder do que ganhar, não podemos ambicionar muito e na minha óptica não servem o interesse do clube. É para ganhar sempre!

7. O maior respeito que se pode ter por um adversário: dar-lhes quantos eles merecem. Não só se respeita o jogo, a própria equipa como adversário.

Se verificarem quando ganhamos nunca é com certeza, fica sempre a dúvida...

Um abraço

T1 disse...

não sei qual é o problema, não sou técnico, mas o futebol do sporrting é demasiado mastigado, até quando se recupera uma bola a meio campo a 1a opção é atrasá-la aos centrais para depois começar a construir daí... é um processo demasiado básico não ? oarece que só ensaiam saídas de bola a partir da defesa.... e quando cegamos ao ataque já la esta toda a equipa adversária o que faz com que a supremacia na posse de bola seja inócua... não há uma supremacia correspondente em oportunidades... 3 jogos, 1 golo marcado 2 golos sofridos começam a ser numeros de equipa que joga para nao descer...

nºao sei se temos a melhor equipa dos ultimos 40 anos, lembro-me com memoria dos ultimos 25... agora nao sei se teremos melhor equipa que os adversarios directos, mas sei que temos melhor que asequipas com as quais ja jogámos e nao ganhamos, e nem quero ouvir falar em chuva nem em estado do relvado nem em deslocações dificies, nao me lixem....

Ronaldo disse...

3ªJornada!!! E lá vem as desculpas do vento, da falta que não era, dos abutres, do carvalho, do campo molhado...

Podem continuar com as avaliações que andam a fazer ao plantel (melhor dos últimos 20 anos :))))) que a verdade é que somos confrangedoramente inconsequentes! (os matrecos da Dinamarca não contam)

No Sporting vive-se e cultiva-se (com a maioria dos sócios como máximos responsáveis) a cultura da desresponsabilização. É o deixar andar e exigir apoio. Como se nos últimos anos tivesse faltado algum tipo de apoio à equipa...

Algo está mal há muito tempo e não se passa nada. Pode ser da contratação de jogadores inconsequentes, do treinador, do Paulinho, dos dirigentes... Porra mas analisem o que está mal e toca a dar um murro na mesa. Andamos nisto há muito tempo. Se fosse noutros clubes alguma vez, após um arranque destes, se vivia esta tranquilidade à volta da equipa como se não se passasse nada? Alguém tinha de ser posto no seu lugar...

Agora as as desculpas do vento, da falta que não era, dos abutres, do carvalho, do campo molhado... é que não. Fdx, não me fodam!!!

Porque é que, depois do jogo da 2ª ou 3ª jornada da época passada em Aveiro contra o Beira-Mar, ainda ninguém colocou o Capel a treinar durante 2 horas o remate a 2 metros da baliza após um centro rasteiro do lado direito...

Isto há muito tempo que não é o Sporting!!!

vitor disse...

Caro Jalex,

Depois dos ratos saltarem alguém tem que animar as donzelas, assustadas com os primeiros dissabores!

Os Leões com tomates estão ocupados e a correr riscos para levantar o clube! Também se vêem hienas e leõzinhos que assistem ao redor! E confiam que com muito trabalho, os resultados acabarão por aparecer, mais tarde ou mais cedo!

SL

p.s. Prosseguir com um clube anémico era muito fácil e dava muito jeito ao futebol em Portugal!

Jalex disse...

Leões com tomates?Não esta a falar de si de certeza!

Relembro que você na época passada com Domingos por esta altura(também com péssimos resultados desportivos)nem sinal de vida dava por aqui!Os tomates na altura só os ganhou quando a equipa começou a ganhar uns jogos e lá voltou você com o discurso de sempre.Um corajoso de facto, como poucos acrescentaria!

No entanto é de facto uma evolução um rato como você hoje dar sinal de vida.Merece o elogio de facto :)

Mas sim,em quanto o navio afunda cada vez mais você vai dando música do costume(aqui e noutros sítios...).

Você é capaz de se estar a afogar e continuar a insistir que o fundo do oceano é o caminho certo.

QUINTA DEL DUQUE disse...

Existe um problema. No Sporting os treinadores acham-se os salvadores da pátria, depois, tornam-se marretas!

http://quintadelduque.blogspot.pt/2012/09/sporting-pela-enesima-vez-nas-maos-de.html

Pedro disse...

LR,

Continua a identificar razoavelmente bem os problemas. Soluções? Era preciso coragem...

Jalex,

Não pode acusar o vitor de não estar cá nos maus momentos, pela simples razão que não existem maus momentos na realidade paralela que o governa!! A conversa é sempre a mesma... Somos um modelo de gestão, estamos a crescer exponencialmente e a médio longo prazo o barcelona que se ponha pau!! Se tivesse ao menos noção que se fazem projectos a médio longo prazo desde 1997 talvez não se escrevesse tanto. Ainda por cima sem vergonha de após 3 jornadas estar com a conversa do para o ano é que é!!

Esses incoerentes de lrs, vitores, anónimos em ingles danieis e companhia vão ficar a nadar sozinhos com os seus 20 votos na mão.

Pedro - sporting sempre

leao revisor disse...

Pedro

Falta de coragem para quê? Só vou ter coragem quando defender o que tu defendes e votar em quem tu votas?

Tu é que és o corajoso e o único a ter a autoridade moral para votar "bem".

Santa paciência para essa conversa! Pagas as quotas votas em quem queres...

Queres ter mais votos e não tens anos de associado, paga as quotas à malta do teu bairro e já consegues mais alguns para votarem "bem" claro!

vitor disse...

Caro Jalex,

Não admira que sinta a minha ausência ou fantasie comigo em qualquer outro lado quando é capaz de pensar que alguém vem para uma caixa de comentários reclamar pelos tomates!

Voltando ao que interessa e que não é com toda a certeza qualquer utilizador, não é qualquer resultado desportivo que interfere com a enorme tarefa que é projectar um clube português nesta altura!

Nesta fase era mais importante saber relativizar do que continuar no processo mais típico de sobrevalorização de tudo e mais alguma coisa!

SL

Pedro disse...

Os anos que tenho de associado é comigo. Houvesse mais uma centena como eu...
A malta do bairro não quer sócio nem comigo a pagar por causa da malta do seu bairro.
Quando falei em coragem, era sobre mandar o sa pinto tirar bolas da uefa com o beto. As eleições estão sempre presentes nessa cabecinha... Um cego burro percebe que precisamos de um treinador!!
Quem tem a mania da verdade absoluta não sou eu. Antes pelo contrário. A minha verdade baseia-se na razão disponivel para ouvir contraponto. Neste momento é por demais evidente qual a verdade.

Pedro - sporting sempre

leao revisor disse...

Qualquer dia ainda me dizem para deixar de pagar quotas...

Camilo disse...

Desculpem lá, mas não discuto o "sexo dos Anjos":
Discuto que:
-Esta direcção falhou em todo o seu programa (se é que algum dia o teve);
E tem de ser responsável por ter "inventado" sá pinto a treinador principal.

ESTE O VERDADEIRO ATESTADO da incompetência directiva.

Pior, só o "reinado" do atrasado-mental Bettencourt...

Jalex disse...

Vitor

Não é preciso fantasiar consigo,você anda por tudo o que é blog e forum do Sporting a espalhar a "palavra".

Que é como quem diz a dar a música do costume,você já não engana ninguém.

Nuno disse...

LR

Peço desculpa, mas o LR vê o estado actual do clube como um combate eleitoral. Caso contrário não afirmaria que os sócios foram sempre categóricos nas suas opções, que ainda nas últimas eleições não foi respeitada a vontade dos mesmos. Dentro da legalidade que os estatutos do Sporting permitiam, não é isso que coloco em causa, mas não foi respeitada. A direcção eleita foi-o com uma minoria, de sócios, relativamente a outra. Facto indesmentível. Caso contrário e à medida que os problemas do clube se avolumam, o LR não escrevia textos dedicados às minorias de bloqueio, que bloqueiam nada. Caso contrário, o LR não se incomodava que algumas vozes críticas discutissem matérias estruturantes no clube e que merecem que os Sportinguistas estejam conscientes das mesmas. Caso contrário, o LR não se preocupava com o diagnóstico, que só pode ser de doença profunda do meu querido clube; caso contrário, não assumiria que propostas que NÃO foram postas em prática, não eram válidas. Não sabe se o eram ou deixavam de ser. Não sabe.

Para ser totalmente claro, estou muito preocupado com a falta de alternativas. Houve uma, nas últimas eleições, mas quero mais e quero melhor. Se possível que se mantenha a mesma, mas melhorada e com outras que possa analisar e que me convençam… mas o que me preocupa verdadeiramente, é que à medida que o clube se vai afundando, vejo ou gente amorfa, que simplesmente decidiu abandonar o Sporting à sua sorte ou gente que se mantém em silêncio, contando espingardas até à próxima oportunidade e que foge à discussão, por forma a não ter desgaste de imagem e não ser visto como desestabilizador. Não vejo quase ninguém que tenha fincado um pé numa determinada posição, em determinados valores e que lute por eles.

O maior problema do Sporting é o acriticismo, a desinformação e a passividade. Muita gente desistiu de lutar, de exigir e de se revoltar. Há 20 anos atrás, o clube estava em polvorosa. Isto, por si, não é bom… mas era sinal que estava vivo.