sexta-feira, 17 de maio de 2013

Festival

Em torno da possível não renovação de Jesualdo já começou o festival de nomes para o lugar:

- Leonardo Jardim
- Marco Silva
- Paulo Fonseca (de quem se diz ter acordo com o Braga)

Muitos mais irão surgir....

15 comentários:

Mike Portugal disse...

Desses só Leonardo Jardim me convence.

Jorge Alemão disse...

Concordo com o Mike

Ainda acrescentaria o Fernando Santos (tem um curriculo bastante semelhante ao de Jesualdo)

Mike Portugal disse...

Será possivel que tenhamos uma estrelinha de sorte e ainda ir às competições europeias?

http://www.ionline.pt/artigos/desporto/v-guimaraes-presenca-nas-competicoes-europeias-pode-estar-risco

opinion disse...

E agora o inacio anda nesta historia... ta-se toda a gente esquecer o que ele fez na pre-epoca depois de sermos campeoes... e era com uma equipa campea... agora imaginem com uma equipa que acaba em 6 ou 7

Carlsberg disse...

Opinion,

Isso da pre época depois de sermos campeões deviam-se ter lembrado, aquando das eleições de 2011 quando o GL, apostou em Duque e Freitas.

Pois se te recordas tão bem como eu, essa equipa campeã, perdeu Saber; Vidigal; De Francheschi; Duscher; Delfim; Ayew em troca de jogadores como Dimas, Horvath, Rui Bento, Paulo Bento, João Pinto e Sá Pinto.

Agora recorda-te também do que aconteceu em 2000 em que jogadores que contratámos ficaram sem jogar 6 meses devido a castigos!!

Portanto das várias compras esse ano feitas pelo duque, aproveitaram-se apenas João Pinto e Phill Bab.

Portanto querer imputar apenas culpas ao treinador Inácio não é justo.
De resto é bom também recordares o momento em que Inácio foi despedido, recontratado, e despedido novamente!!


SL

Mike Portugal disse...

Carlsberg,

Estás a falar a sério? Paulo Bento e Dimas para ti não eram bons jogadores?

Morais disse...

O Dimas era inferior ao Rui Jorge, era um jogador completamente desnecessário e de rendimento duvidoso. O PB, era bom, mas se não me engano tinha já 32 anos. Não esquecer a queda de rendimento brutal que o principal responsável pelo título sofreu: Acosta. E o César Prates, que no ano anterior parecia estar ao nível do Saber, lembrou-se de ficar ao nível de um Carlos Secretário depois de adquirido em definitivo.

Não estou a defender o Inácio, mas que muita coisa correu mal nesse ano, correu. Nem precisa de ser defendido, não vai ser treinador, apenas alguns insistem nesse cenário, e é manifestamente por má fé pois não têm nada que suporte essa tese excepto a imaginação. Aos nomes sugeridos, gostava de adicionar Manuel José.
Na minha opinião, se Jesualdo sair, a escolha será entre Fernando Santos e Manuel José.

Mike Portugal disse...

Morais,

Claro, mas o que eu quero apontar é que mesmo tempo perdido jogadores, não havia qualquer desculpa para uma época tão má, que até o Boavista foi campeão.

tiscp disse...

A grande diferença do ano em que fomos campeões foi Schemeichel, só a sua presença era meia equipa, dai que de uma equipa banal com 3 verdadeiros reforços e com uma garra extraordinária, fomos campeões contra um porto de Jardel.
Os reforços que se seguiram serviram para fazer a base de uma grandíssima equipa que veio a ser campeã um ano depois, em ai é que teve o nosso grande problema, não aproveitar essa enormíssima equipa e passado um ano, estar toda desfeita.

Quanto ao treinador espero que se confirme Leonardo Jardim, sportinguista e com uma carreira sempre em ascenção até aqui.

Morais disse...

"Os reforços que se seguiram serviram para fazer a base de uma grandíssima equipa que veio a ser campeã um ano depois"

Tiago, permita-me discordar. Éramos mais equipa quando fomos campeões com Acosta, Schmeichel, Barbosa, etc, e Inácio. Tinhamos mais individualidades quando fomos campeões com Boloni, graças à dupla Jardel-J.Pinto (e inicialmente Niculae). O que se seguiu, foi consequência do que provocou Jardel, que até acabou com a carreira dele, e de termos um treinador mediano.

Mike Portugal, é verdade. Mas não esqueçamos as peripécias do Major e do filho, que até ultrapassaram o próprio Pinto da Costa. E isso diz muito.

sotôr disse...

Epá Fernando Santos não por favor. Era horrível ver o Sporting a jogar com ele. Jogava praí com 5 médios centro e os extremos que houvesse era para adaptar a médios centro, lol.

tiscp disse...

Morais, discordo quando você diz que a equipa campeã em 2000 era superior à de 2002, é verdade que a 2002 tinha mais individualidades, mas aquilo era uma maquina a jogar à bola, qualquer jogo que o Sporting fazia era risco de goleada, para mim a de Inácio ganhou o campeonato na garra, mas a de 2002 entusiasmava qualquer um, aquela equipa junta 3 anos sem as condicionantes anormais que veio a ter, acho que nos teria dado alegrias atras de alegrias.

Oxalá venhamos ater uma equipa como aquela no futuro, como disse qualquer jogo era um festival do Sporting, que saudades mesmo...

Morais disse...

Tiscp, o que eu queria dizer é que a equipa de 2000 era mais equipa, ou seja, da mesma forma que o Bilbao do ano passado era mais equipa que o Real Madrid deste ano. Julgo ser um bom ponto de comparação. Não visava comparar potencial, apenas entrosamento, equilíbrio, e jogo colectivo. SL

tiscp disse...

Nisso também concordo Morais, mas em termos de qualidade e jogo colectivo, para mim a de 2002 foi uma equipa impar.

SL

Sporting1966 disse...

A equipa de 2002 era uma equipa "à la Sporting"! a de 2000 Dusher era qualquer coisa..... Beto Acosta idem aspas, para alem de marcar golos ainda deu aquela cotovelada naquele arroaceiro do Paulinho Santos, tao bom esse momento!