terça-feira, 14 de maio de 2013

Pior época de sempre

Hoje já temos a certeza que foi a pior época de sempre do nosso clube, ficaremos fora das competições europeias, ficaremos na pior classificação de sempre, fomos eliminados na fase de grupos da liga europa e da taça da liga e na 1º eliminatória que participamos da taça de portugal.
Época que não será para esquecer mas sim lembrar e pensar no que de mal foi feito e que levou a esta situação.
2 presidentes, 4 treinadores, um numero gigante de jogadores utilizados durante a época são tudo fruto e tambem o resultado desta época miserável do SCP.
Continuo a achar que no inicio da época o SCP precisava de um ponta de lança de resto tinha um belíssimo grupo de jogadores com várias soluções e preparado para uma época longa, na realidade os jogadores não renderam o esperado, muitos acabaram por ir saindo ao longo do campeonato (mesmo na pré-época) e de uma equipa composta por internacionais A acabamos a época com uma equipa composta de jogadores da formação.
Continuo a achar também que Rojo, Labyad, Carrilo, Viola, são jogadores que se lhes dessem tempo em Alvalade seriam fundamentais para a conquista de títulos, da mesma forma que acho que Bruma, Dier, Ilori, Fokobo, com tempo e paciência constituiriam uma equipa muito forte.
Num clube ou numa organização o maior responsável será sempre o seu líder, é do senso comum, que deve chamar a si as responsabilidades das derrotas e dar aos jogadores/equipa técnica as vitórias. Portanto como é lógico o grande responsável por este ano de agonia foi o anterior presidente, que não conseguiu ter os resultados pretendidos por todos.
Saudações Leoninas

11 comentários:

Cafageste disse...

Aí está o problema...achar que o dinheiro e o estatuto fazem tudo. Era internacionais, sim...mas estiveram-se bem a cagar para o clube. Boulahrouz, Pranjic, Labyad... Gelson é internacional mas não sabe o que é uma bola. Elias é internacional mas esteve sempre a cagar-se para o clube. Oguchi, que era importante no balneário, foi posto a correr.
Em dois anos, têm nota verdadeiramente positiva: Insua, Ricky e Capel. E depois alguns tiveram um rendimento mediano como o Rojo ou o Schaars.

É mais importante apostar na raça, no querer e na competência, do que proporcionar el-dorados a tipos que pouco se importam com isto.

Carlsberg disse...

Infelizmente perdemos 4 anos a brincar, ao como ser presidente de um clube e tivemos bananas á frente do nosso clube!!

Em 4 anos conseguiram sem quaisquer resultados, aumentar o passivo em 200M € e trazer na sua grande maioria, nulidades de jogadores para o clube!!

Temos agora aquilo que espero, ser um Presidente, que saiba mexer como deve de ser, senão acabamos como clube, pois não sobreviveremos a uma nova época como esta....


SL

Jorge Alemão disse...

É realmente a pior epoca de sempre

Piores resultados desportivos
Pior desempenho financeiro (no minimo perdas de mais de 50M/ano)
O caso PPC

Tudo contribuiu para que todos os SPortinguistas cheguem realmente à conclusão que não houve pior epoca que esta.

Mas o pior de tudo é que pela primeira vez na historia do clube - vamos iniciar uma epoca sem a esperança (realista( de sermos campeões.

E isso é o maior legado de GL - sem duvida o pior presidente da historia do Sporting

Francisco Monteiro Dias disse...

Não há neste momento no Reino Sportinguista quem não queira a continuidade de JF à frente dos destinos da equipa na proxima epoca.
Exagero ou não, todos lhe gabam competencia, saber, experiencia e qualidade para restituir o nosso Clube ás glorias do passado.
Construir todos os anos uma equipa, não é facil e se JF continuar não lhe antevejo vida facil, até porque bem vistas as coisas, não concretizou o principal objectivo que se lhe colocou, quando agarrou a equipa.
JF não seria o treinador de BC, neste momento não sei.
Aguardemos pois a decisão, mas espero que a mesma não se venha a arrastar muito para lá do final desta semana, é que o SPORTING fundamentalmente precisa de se organizar, agora que não vai ás competições Europeias tem tempo para trabalhar as contratações e preparar devidamente uma equipa competitiva para a proxima epoca. Não se lhe exija o campeonato, mas desta vez não podemos falhar o acesso à Liga dos Campeões, é que só assim poderemos vir a almejar algo mais para o futuro.
Em suma, com ou sem JF, o importante é olhar para o futuro quanto antes e aarumar desde já a casa, para que erros recentes não se voltei a repetir.

anonymus disse...



Pois, mas parece que tem um "cozinheiro" e quer-lhe limitar as suas competências, para assim melhor lhe impor os "produtos" com que ele (JF) deve "cozinhar".

Essa não deve ser a atitude de um "patrão" de restaurante, que deve exigir qualidade nos pratos servidos aos clientes, mas nunca interferir na maneira de "cozinhar" e apenas satisfazer o "cozinheiro", dentro de um orçamento pré-estabelecido.

Numa lista dos "produtos" que lhe dará o dito "cozinheiro", haverá com certeza os de 1ª., 2ª., 3ª. e mais escolhas, mas dizer-lhe que prefere esta ou aquela, em oposição à escolha do "cozinheiro", (ele que põe em jogo a sua competência e por isso mesmo o seu prestigio profissional), não é o mais correcto.

É perfeitamente natural, que caso se queira retirar competência ao "cozinheiro" (controlá-lo), ele não queira continuar.

Nos dias de hoje, um clube de futebol já não é governado dessa maneira.Nas décadas de 60,70 e mesmo 80, eram os dirigentes que escolhiam os jogadores e por vezes até impunham as táticas.

Os tempos mudaram e quem não for capaz de compreender, está com certeza destinado ao fracasso.

Espera-se que não, para bem do Sporting.

Jalex disse...

Dar autonomia total a um treinador sobre todo o futebol do clube é um erro tremendo.A história do treinadores dos treinadores foi mais uma patetice do Godinho Lopes,ou melhor uma fuga para frente e um admitir total da sua incompetência.

Obviamente que um treinador deve ter uma palavra a dizer sobre contratações e dispensas e ate um certo ponto algum poder de decisão sobre equipa B,mas a extensão do seu poder deve acabar ai.

Nos não estamos a falar de um Mourinho,e mesmo esse com autonomia total também esta longe de ser peifeito.

Mais,esta direcção só deve continuar com Jesualdo se este estiver em total sintonia com o projecto desta direcção.Pois se não tiver é meio caminho para o desastre e nunca se deve ceder a pressões externas(curiosamente a mais forte vem do grupo cofina...)para tomar decisões desta natureza.

Jesualdo sim,mas com algumas condições prévias estabelecidas.Se não aceitar continuar sobre essas condições a porta da rua é a serventia da casa.

Mike Portugal disse...

Jalex,

O que pensas do facto de Jesualdo, a ficar, ter que se submeter ao famoso departamento de preparação física? Isso, para ti, não é uma limitação no trabalho do treinador? Afinal, o treinador é que está com os jogadores todos os dias e sabe que cargas deve aplicar, consoante o estado de cada um, não?

João disse...

É triste perceber que vamos ficar sem Jesualdo, treinador de quem ainda por cima os jogadores parecem gostar bastante, só porque forçosamente temos de meter o Inácio na estrutura. Este presidente devia perceber que independentemente de quem integrou a sua lista, a bem do Sporting deve manter o JF com as funções que actualmente detém, pois isso foi das pouquíssimas coisas boas que o Sporting teve esta época.
Se o JF sair, é mais um grande tiro nos pés que o Sporting dá. Não podemos estar permanentemente a começar tudo de novo, a estabilidade no comando da equipa é fundamental e os exemplos disso são mais que muitos.
Além do mais, penso que os sócios que votaram no BdC não o fizeram por o Inácio estar na lista. Bem pelo contrário, acho que era um dos nomes que os próprios apoiantes do BdC preferiam que não constasse.
Preterirmos um treinador com experiência e provas dadas por um director desportivo cuja competência é uma incógnita e que merece a desconfiança da maior parte dos sportinguistas parece-me um erro enorme. Não quero um Sporting cheio de Edinhos na próxima época. Para isso é melhor que não se contrate ninguém e se aposte apenas nos jogadores da formação.

Jalex disse...

Mike


Como disse,se o Jesualdo não estiver em sintonia com o projecto desta direcção então o melhor é sair.

O dia que esta direcção se desviar do seu projecto vai ser a receita para o desastre.
Foi assim com Godinho e todas as direcções anteriores.

Um projecto não pode mudar ao sabor do vento,se assim for é um projecto destinado sempre ao desastre.

Mike Portugal disse...

Jalex,

Não respondeste à minha pergunta.

Jalex disse...

Mike

Leia bem o que eu escrevi sff.

Já dou a resposta inclusive a isso no primeiro post.