sábado, 6 de outubro de 2012

2º pequena lição de história

Antes entrar em mais uma lista de factos para não se dizer mais uma vez tanta barbaridade, hoje já começou uma lista de nomes nos jornais, falei no chat ontem que seriam mais de 20 hoje apenas e só nos jornais já tivemos 7 diferentes. Tenho que dizer também que nenhum me agrada muito. Luis Henrique e Balakov é passar de dar experiência a um treinador português jovem para dar experiência a um treinador estrangeiro jovem, não sei o que ganhávamos com isso sinceramente. Eriksson e Scolari nem me merecem muitos comentários, o primeiro está completamente desactualizado o segundo já deu mostras que nos clubes não tem resultados e entrou agora para o governo brasileiro. Valverde e Marcelino Toral fizeram já alguns resultados interessantes mas fico sempre de pé atrás quando estes 2 nomes (em simultâneo) são colocados em orbita em portugal quando algum treinador está com a corda na garganta, já não é a primeira vez que tal acontece. Sobra dessa lista Co Adriaanse, não sendo de ficar extremamente agradado, é ofensivo (demais para mim) e disciplinador (demais para mim também).
No seguimento do Post de ontem onde trazia aqui o numero de treinadores de João Rocha enquanto treinador do SCP e numa altura em que "competência", "estrutura", "Liderança" são palavras muito ouvidas pelos críticos. A minha pergunta foi apenas esta então quando no nosso clube houve essa tal "estrutura" quando houve "Competência" e quando houve "Liderança"
Quando se fazem perguntas directas em que a resposta têm que ser concretas e não o habitual abstracto e vazio que tanto gostam os problemas aumentam. Dizia um sportinguista que comentou que era a mesma história de falta disso tudo à 54 anos e que era urgente mudar a estrutura directiva antes que fosse tarde demais.
Recorri então a factos mais uma vez, nesse período tivemos nós 18 presidentes diferentes! Francisco de cazal-ribeiro, Guilherme Medeiros, Gaudencio COsta, Joel Pascoal, Brigadeiro Rebelo, Martiniano Figueiredo, Orlando Chagas, Manuel Nazareth, Joao Rocha, Amado Freitas, Jorge GOnçalves, Sousa Cintra, Santana Lopes, Rouquette, Dias da Cunha, FSF, Bettencourt e agora Godinho Lopes.
Deixo para vós a reflexão sobre estes dados para não me acusarem de estar a defender uns e atacar outros novamente.
Saudações Leoninas
PS. Depois de escrever este Post encontrei mais um nome e sobe assim para 8 o numero de treinadores para o SCP, Van Marwijk

55 comentários:

JMM disse...

Acredito que se fale de muitos treinadores. E é razoável que a CS tenha um perfil:

- ESTRANGEIRO

- DESEMPREGADO


Sendo Balakov uma tremenda asneira e LUIS ENRIQUE uma incógnita acredito que ADRIAANSE pode ser uma boa opção. É disciplinador e ofensivo sendo que mantem rigor defensivo nas suas equipas.

VALVERDE também me parece uma boa opção.

Eriksson parece-me ridiculo. Scolari parece-me irrealista apesar de sempre ter dito que ele num clube nacional era capaz de dar resultado.

Quanto ao demais deixo o que escrevi noutro lado:


"Há condições para um projecto viver a espaços sem sucessos desportivos. O que cria essas condições? Bem, é o sucesso desportivo.

Passo a explicar, o que determina o ignorar temporário do sucesso desportivo são sucessos anteriores. Ou seja, a meu ver uma estrutura forte SÒ pode ser construída com sucesso desportivo. Não há estruturas fortes antes do sucesso desportivo pois esse mesmo sucesso é base para estruturas fortes.

Repito que, de culpa, esta direcção só tem a escolha do Sá para CONTINUAR. Escolher o Sá num primeiro momento como interino fazia algum sentido. Escolher o Sá para liderar um projecto baseado no sucesso da Taça também fazia sentido. Contudo escolher o Sá para liderar um projecto depois da derrota na Taça foi um erro enormíssimo.

Qual a diferença? É que com a vitória na Taça tínhamos uma base de vitória que poderia fundar futuro sucesso. Sá Pinto continuaria a ter as suas deficiências técnicas mas desta feita teria por base um troféu que, com algumas alterações na sua equipa técnica, poderia promover o sucesso.

Depois da Taça GL poderia dizer, em acordo com o Sá, que tinham chegado à conclusão que por enquanto Sá continuaria na equipe B esperando um dia ascender. E ai procuraríamos uma solução mais sólida. Não foi isso que foi feito, talvez cedendo ao populismo ou eventualmente à esperança nas capacidades do treinador.

Esse foi o único erro da direcção do Sporting. Despedir o treinador era uma NECESSIDADE e nada menos que isso. Contudo não entendo que deva convocar eleições e muito menos entendo que deva se demitir em bloco. A direcção despede um treinador como é seu direito fazer assim como contratará outro como deve fazer.

Neste momento falar em eleições seria mais nefasto que positivo. Assim entenda GL e que convoque, apenas informando o mais tarde possível, eleições para o início do Verão. Mas não acho que o tenha de fazer por obrigação.

A direcção deve tomar agora uma decisão desportiva mais sensata. Depois disso deverá estabelecer objectivos realistas (Champions + 1 taça + aceitável campanha europeia). Tudo isto baseado num treinador já de crédito reconhecido.

Evidentemente caso o sucesso não seja uma realidade poderemos, ai sim, afirmar que a direcção se encontra fragilizada. Contudo por agora não me parece que seja rigoroso dizê-lo .
"

jcnaguiar disse...

com uma media de tempo de 6 meses por treinador.. ate podia vir o guardiola que nao ia servir para o sporting, porque alias nada serve para o sporting, nem mesmo o tempo.

Depois da saida de Sá que reconheço que ainda tinha muito para crescer mas que me parecia a pessoa indicada para estar á frente do clube.. pode vir quem vier, que daqui a 6 meses tamos a discutir quem será o proximo.

Mike Portugal disse...

Eu sugiro 2 nomes que me agradam:

- Luis Enrique
- Van Gaal

Scolari e Eriksson nem pensar.

Mike Portugal disse...

E já agora porque não falar com o Futre ou o Figo para eles darem o contacto do Guardiola?

leao revisor disse...

jcnaguiar

O SCP teve 2 treinadores com CONTRATO e nem sequer chegaram a treinar o SCP, os 2 foram campeões por um clube rival e ganharam pelo menos uma competição europeia.

No SCP era mais uns para juntar a lista mas como nos sentimos mais aliviados a culpa é das "estruturas"... mesmo que tenhamos que recuar até aos anos 40 e 50 para se encontrarem as tais estruturas fortes

JMM disse...

Van Gaal? Por amor de Deus deixem de ser ridículos.

Van Gaal é tão provável como Guardiola.

Ronaldo disse...

Oh Revisor, então se a culpa não é da estrutura do futebol é de quem? Das gaivotas do Samouco? Dos adeptos? Que sofrem até mais não e nunca deixam de estar no estádio a apoiar...

És um masoquista do caralho! Gostas que te fodam e nunca estás satisfeito! Queres sempre mais! Sabes que mais, mete o Duque, o Freitas, os investidores, os 45M€ de prejuízo por época, os 450M€ de passivo na PEIDA!!!

Ronaldo disse...

No dia 1 de Setembro, e relativamente ao facto da actual estrutura do futebol ter decidido atacar esta época só com um PL, Leão Revisor disse...

"Sempre que a nossa equipa ficar a 0, não vou apontar o dedo nem ao treinador (por muitos erros que cometa, nem aos jogadores em questão) a culpa será de quem quis correr este risco e vão ter que se responsabilizar por isso."

Ronaldo disse...

Não passas de um aldrabão e de um masoquista de baixa qualidade!!!

JMM disse...

Não entendo porque permitem que posts com ofensas directas sejam publicados aqui.

Ronaldo disse...

Ó JMM acordaste agora? Olha que já são quase 2 da tarde...

Não é o Revisor que anda a chamar ignorantes, frustrados, anormais, hipócritas, canalhas e ignorantes a quem não pensa como ele?

Queres as datas em que ele publicou os posts com estes títulos?

JMM disse...

Ronaldo,

Não conheço tais insultos do Revisor sendo que se os fez pouco me interessa. A conduta errada de uns não legitima a errada de outros.

Carlsberg disse...

Já agora mando uma pergunta para o ar....

Será que isto deveria ficar pela demissão apenas de Sá Pinto?

Duque e Freitas, não deverão ser responsabilizados pelo plantel e treinador que contrataram?

Senão vejamos, duque e freitas disseram e todos concordámos que apenas era necessário alguns ajustes, mas houve uma contratação desajustada de jogadores.

E permitiram que Sá Pinto depois de ter perdido a taça de Portugal começasse a época!

SL

JMM disse...

Carlsberg,

Duque e Freitas devem ser responsabilizados por terem mantido o Sá Pinto após a derrota na Taça. Mas isso não implica demissão.

Quanto aos jogadores, a meu ver não houve desajuste.

Ronaldo disse...

O mesmo Revisor, que agora iliba a estrutura do futebol, disse no dia 1 de Setembro, e relativamente ao facto dessa mesma estrutura do futebol ter decidido atacar esta época só com um PL, o seguinte...

"Sempre que a nossa equipa ficar a 0, não vou apontar o dedo nem ao treinador (por muitos erros que cometa, nem aos jogadores em questão) a culpa será de quem quis correr este risco e vão ter que se responsabilizar por isso."

Como se classifica um "contorcionista" destes?

leao revisor disse...

Ronaldo

A culpa não é tua, a culpa é da tua professora que não te ensinou a ler e por isso até te dou um desconto.

Eu digo que a culpa não é da estrutura? É tanto agora como foi antes apenas e só isso.

Quanto ao resto eu tenho apresentado factos, tu transcreves algo que disse num determinado contexto que foi alterado. Se o Sá tem mantido a mesma ideia e não se tem desorientado não me estavas a ver a criticá-lo da maneira como critiquei.

JMM disse...

Tu não ilibas a estrutura. TU consideras que a culpa é da estrutura. O LR terá a sua opinião.

Não tens que a classificar. Se achas que é "contorcionista" não leias o que escreve.

EU acho que se ele disse isso inicialmente não o devia ter dito pois há a competência do treinador para contar. MAS EU TENHO A MINHA POSIÇÂO segundo a qual a direcção ERROU ao manter Sá Pinto sendo que contudo TEM TODAS AS CONDIçOES para continuar.

São opiniões. NENHUMA merece falta de respeito como resposta.

Ronaldo disse...

Revisor,

provei-te com factos que és um aldrabão! O jogo de palavras e de "contextos" deixo para ti!

JMM disse...

Neste debate entre pró e versus direcção o que mais me irrita é a falta de tolerância de um lado para com o outro.

Ofensas que me fazem desejar que a blogosfera leonina desapareça pois é muito diferente da realidade do clube (a blogosfera não representa em nada o clube).

Uma pessoa espera debate mas nunca o tem. Eu sou sócio e pago quotas assim como tenho gamebox. Faço o possível pelo meu Sporting. Será que no mundo virtual leonino não se consegue fazer o grande favor ao Sporting de deixar de ofender outros associados? É assim tão complicado?

Estou farto das palavras da internet que não têm nenhuma aderência real. Gosto de muito do que leio na blogosfera mas outras coisas são difíceis de compreender.

leao revisor disse...

Ronaldo

Pronto se assim já podes dormir descansado.

Relva disse...

Fez muito bem a estrutura ter demitido o sá, aliás não devia ter começado a epoca, toda a gente viu o futebol defensivo praticado, se no ano pasado era compreensivel, devido a facto de ter começado a época a meio, agora não é justificavel, por isso só pecou por ser tardio.
Agora espero um treinador competente, se não que fique o oceano, até se ter dinheiro para um competente, basta de esperimentalismos.

Carlsberg disse...

JMM, não achas que houve um desajuste nos jogadores? Permite-me discordar!!

Pagámos muito dinheiro para ajustar uma defesa que apenas precisava de um jogador, mas trouxemos 2, e emprestámos aquele que na minha opinião tinha sido a contratação mais acertada da época passada Oguchi Onyewu.

Contratámos um médio defensivo, que sem duvida necessitávamos, mas vendemos o único jogador que sabia controlar um jogo, Matias, mas devia ter saido mais gente do meio campo.

Por fim a maior lacuna, o ponta de lança não foi colmatada.

No meu entender, no ataque estamos mal, e na defesa estamos muito mal, sendo que no meio campo, depende muito do treinador e de como ele quiser jogar e acima de tudo nos treinos específicos!

Por isso julgo que também aqui Duque e Freitas são responsáveis!!


SL

JMM disse...

Caro,

A defesa do Sporting tem qualidade. Vejamos:

DE Insua, Prajnic (Prjanic é necessário pois para além de ser suplente será sempre uma boa opção para o meio campo ofensivo)

DD Cedric, Arias (não percebi a exclusão do Arias. Quanto a Cedric, tem potencial)

DC Boula e Rojo (a meu ver dois centrais de muito boa qualidade. No que toca ao Holandês é preciso ter em conta que no ultimo jogo tinha vindo de lesão, até ai tinha estado muito bem; Rojo tem margem para evoluir e já mostra pormenores interessantes a sair a jogar e na temporização)

XANDAO e CARRIÇO + equipa B compõe os outros centrais. Concordo que OGUCHI podia ter ficado mas percebo a sua saida. Na verdade o Americano recebe demais para um jogador que provavelmente ficaria no banco. Não é melhor nem que Boula nem que Rojo.

NO meio campo, Matias quis sair. Nada a fazer a esse respeito. Temos Prajnic que faz o lugar. Além disso Matias só jogava bem 10% das vezes.

No ataque, entendo a dificuldade em contratar avançados. Acho que devemos fazer uso da formação para esta lacuna.

No fundo para mim a responsabilidade da direcção está na manutenção de Sá e não no resto

PJBCB disse...

Obrigado por tudo Ricardo Sá Pinto! Merecias pelo menos a hipotese de ires ao Dragão e talvez vires de lá com uma vitória, ou pelo menos teres uma despdida digna do Leão que és mesmo com uma derrota!

Ronaldo disse...

JMM,

Com todo o respeito, o que mais me irrita, no que diz respeito ao desporto, é sofrer demasiadas e contínuas humilhações com o meu clube (para mim esta derrota na Hungria é muito humilhante). E olhar para o futuro e vislumbrar mais do mesmo (com uma ou outra alegria esporádica pelo meio).

Toda a gente tem, de facto, direito a ter a sua opinião. Mas quando vejo alguém que, não tendo feito outra coisa nos últimos anos que não seja defender as últimas direcções (com alguns "conturcionismos" pelo meio), andar de peito feito a chamar abutres, canalhas e ignorantes (entre outras ofensas) a quem pensa de forma diferente, peço desculpa mas não consigo virar costas!

Ricardo disse...

Zico como treinador principal e Manuel Fernandes como adjunto

JMM disse...

Ronaldo,

Evidentemente que todos nós sentidos essa HUMILHAÇÃO (em caps porque não é menos que uma gigante humilhação) na Hungria.

Eu respeito que aches que vai continuar assim. Eu tenho alguma esperança. E quero uma direcção que responda EM ELEIçÕES e não antes. Chega ao fim e depois os sócios decidem.

Assim sendo, escolheram mal o Sá e agora vão escolher outro. Assim seja, espero que desta vez escolham bem e que consigam sucesso. Caso esse sucesso não seja atingido ai sim, no final da temporada, têm de assumir um falhanço desportivo.

Até lá estou com eles e espero sempre o melhor. Depois em sede própria (eleições e AG) os julgarei.

PS e uma ressalva não votei nesta direcção. Mas também não votei no Bruno Carvalho. SE o BdC ou qq outro ganhar nas próximas eleições (a realizar NO FIM DO MANDATO) eu apoiarei como sempre. Pode não ser omeu candidato mas é o meu presidente. PROMETO a qualquer presidente o que dou a Godinho Lopes: o meu apoio, as minhas quotas e a minha gamebox.

Ronaldo disse...

JMM,

Respeito a tua opinião. No entanto, também acho que neste país (a vários níveis na gestão e não só no plano desportivo) ninguém se responsabiliza ou é responsabilizado por nada.

E por que raio quando alguém critica algo no Sporting tem de ser chamado de abutre ou associado a Bruno de Carvalho? Quando a critica é válida e não há argumentos a resposta é sempre esta...

JMM disse...

Ronaldo,

Podes criticar quem tu quiseres. Eu se discordo respondo com a argumentação que me leva à minha opinião.

Não sei se apoias BdC, nem te classifico como abutre. E já argumentei como posso, já defendi e critiquei a direcção por aquilo que considero ser os seus méritos e os seus erros.

A responsabilização ocorrerá em tempo útil consoante for a opinião dos sócios. Não posso é antecipar essa responsabilização. Aliás, defendo a direcção na medida em que acho que tem sido eficaz no que se propôs e critico algumas opções desportivas tomadas até agora. Também tenho uma questão relativa à situação financeira mas isso não é para aqui chamado.

Defendo numas coisas, critico noutras e apoio sempre. E em eleições votarei no que achar melhor para o SCP e isso pode ser esta administração ou outra qualquer.

Eu argumentarei sempre se for esse o desejo do meu oponente. Achas que a direcção deve sair? Já tiveste a minha resposta neste post e acima. Agora de abutres e de BdC, disso não sei nada.

anonymus disse...



Pergunto eu:

O que seria dito agora pelos "habituais", se a direcção tivesse enviado no final da época passada o Sá Pinto treinar os juniores e tivesse contratado outro treinador e este mesmo, tivesse tido os mesmos resultados que teve o agora demitido. Eu presumo:

Direcção de merda, sem competencia, que tinha um treinador da casa e sportinguista, etc.etc.etc....

Não se pode ser prior numa freguesia com tais párocos!

Enfim! Numa situação como a actual, "eles" só deixarão de insultar tudo e todos, logo que a equipa de futebol comece a ganhar.

Como foi dito mais acima, uma estrutura só prova que é forte, quando a equipa ganha e nunca antes.

É a equipa que é capaz de fazer a estrutura forte e nunca será a estrutura que é capaz de fazer ganhar a equipa.Ela não marca golos, para nossa desgraça...

Mas quem é capaz de fazer ver isso a certa gente?

Ronaldo disse...

JMM,

Então aqui vai a minha opinião. Acho sinceramente que Godinho Lopes (apesar de ter escolhido mal os elementos da sua lista) está a fazer um esforço enorme (encontrou o clube numa situação muito complicada) e não deve sair.

Mas, como é óbvio, não posso ter a mesma opinião sobre a estrutura que lidera o futebol, e apenas e só, porque são os verdadeiros responsáveis pela política desportiva adoptada. E se esta política desportiva foi, até agora, claramente negativa é justo culpar só os teinadores e não os seus máximos responsáveis?

Godinho Lopes entregou a pasta do futebol a Domingos e a Sá Pinto ou a Duque e Freitas?

JMM disse...

Ronaldo,

No fundo estamos de acordo. Apenas discordamos quanto a consequências. E mais uns pormenores. Primeiro os pormenores:

(i) Não sei a que elementos te referes. Mas evidentemente que houve tiros no pé com pessoas como Carlos Barbosa;

(ii) Eu vou mais longe nas coisas que fez bem. Fez mais que um esforço, definiu um objectivo em termos financeiros e está a lutar por ele. Isto apesar de achar que havia outro caminho em termos financeiros que passaria pela redução do nivel competitivo. Ele não quis baixar o nivel competitivo e por isso precisa de investidor e de vender partes de passes (para salários).

Agora o "pormaior":

A responsabilidade da dupla CF e LD é óbvia na escolha dos treinadores e em dois momentos:

(i) Modo como não souberam resguardar Domingos afastando-o da CS;

(ii) Aceitação da manutenção de Sá Pinto após Taça.

E dois méritos:

(i) construção de um plantel competitivo com um orçamento consideravelmente mais reduzido que os rivais. Incluindo o trazer de algumas pérolas como Carillo e Labyad

(ii)condições que foram construídas em redor de Sá Pinto


Tem de se julgar os responsáveis? Sim, pelos méritos e pelos erros expostos. Devem ser colocados fora? Eventualmente se o rumo não for corrigido pouco mais poderá Duque fazer que sair.

Contudo por enquanto só podem ser penalizados na precisa medida em que sabem que erraram. Despedir agora um deles prejudicaria o clube.

Não sei que mais diga, a tua opinião é perfeitamente válida como é a minha.

Ronaldo disse...

JMM,

Podes juntar o PPCristóvão a Carlos Barbosa nos erros de casting.

Relativamente ao Duque não estou de acordo contigo. Não estamos a falar de amadores ou amor à camisola. Quem recebe 250mil€/ano não pode no 1ºano ter um prejuízo de 45M€ e ficar em 4º e fora da Champions. E não pode atacar a 2ªépoca (independentemente de Sá Pinto) só com um ponta-de-lança minimamente experiente no plantel. Simplesmente não pode!

JMM disse...

O prejuízo é global e esperado.

Evidentemente que até agora os resultados têm sido maus. E a escolha do Sá também.

A meu ver, deve ser avaliado no final da temporada pelo Presidente.

Quanto ao PL discordo por razões que já expliquei.

paulo R . disse...

SÁBADO, 6 DE OUTUBRO DE 2012
O assassínio de Sá Pinto e os eternos responsáveis
É com muita mágoa que vejo partir o Sá Pinto. O ano passado foi um psicólogo fantástico da nação leonina, mas este ano precisávamos de um treinador. E temos de reconhecer que ele não foi um bom treinador. Nisto é apenas ele o culpado.

Mas ele só foi treinador da equipa principal porque alguém o escolheu. Num momento difícil, direcção e estrutura da SAD usaram-no para salvar a pele, agora assassinaram-no sem pudor.

O treinador sentia-se sozinho e desprotegido desde o jogo com o Basileia, ninguém da direcção nem da SAD o defendeu publicamente. E naquele sábado, antes do jogo com o Gil Vicente, com três capas de desportivos onde se mostrava que havia um grande plantel e o Sá Pinto é que era mau, dizimaram-no.

Nunca neste espaço pedi demissões nem eleições antecipadas. E não o vou fazer. Mas é tempo dos responsáveis fazerem uma auto-reflexão. Godinho Lopes é o presidente que nos últimos anos menos oposição tem sofrido, menos barulho tem sentido, como o prova a última Assembleia Geral.

Os problemas do Sporting têm estado dentro do Sporting. É com tristeza que eu e muitos milhões de adeptos anónimos vêem isso acontecer. Quem mina o Sporting é quem gere mal e está lá dentro, quem é fonte de jornais e está lá dentro, quem delapida o património e a alma sportinguista e está lá dentro. É assim há 20 anos.

O problema do Sporting é um problema de liderança. Godinho Lopes é um homem trabalhador, dizem-no e eu acredito. Mas na auto-reflexão que terá de fazer é averiguar se tem jeito para ser presidente do meu clube. Pode ter muito boa vontade, mas não é um líder e não percebe nada de futebol e isso é um equívoco inultrapassável.

Vamos para o terceiro treinador em ano e meio. Vamos para duas gestões ruinosas na SAD, houve investimento, mas não há resultados. E sobretudo a auto-estima dos adeptos está em baixa. O Sporting é muito grande e muito sentido por milhões de adeptos, que não o gostam de ver fragilizado e sem alma. Precisamos de ambição, de mão forte mas democrática.

O mal do Sporting não são os treinadores, esses, são o elo mais fraco. É a incapacidade de liderança que tem marcado os últimos anos e a falta de visão global de marca e clube. Nós os adeptos estamos sempre com o nosso clube do coração disponíveis para apoiar, mas precisamos de melhores dirigentes. Que pena tenho que o sr. João Rocha já esteja em idade avançada.
PUBLICADA POR RUI CALAFATE EM 6.10.12
ETIQUETAS: RUI CALAFATE, SPORTING
SEM COMENTÁRIOS:

ENVIAR UM COMENTÁRIO


Mensagem antiga Página inicial
Subscrever: Enviar comentários (Atom)
Este tb e um sócio iluminado ? Será que estamos todos errados e só o Godinho e que sabe ?

anonymus disse...


Só agora, depois de voltar é que verifiquei que tinha escrito no meu comentário das 14:58, a palavra párocos em vez de PAROQUIANOS.

Rectifico, antes que apareça por aqui algum corrector a chamar-me nomes feios.

Mesmo se, como diz o ditado, para BOM ENTENDEDOR MEIA PALAVRA BASTE.O que realmente são a maioria esmagadora dos participantes deste blogue.

anonymus disse...

Esse Calafate, é só mais um que tenta tirar proveito da má fase do Sporting. Já não é a primeira vez que o individuo se sai com coisas destas e sempre num momento crítico da equipa.

Como ainda não lhe deram um lugar num programa da TV, o rapaz procura mostrar-se assim, para ver se numa possivel "dança" de cadeiras num desses programas, o consegue arranjar.

E portanto, teve a oportunidade de dizer o que sente na última AG.

Como disse o Caneira, é a pouca vergonha de gente que se diz sportinguista.

Tem um EGO maior que o seu sportinguismo.

leao revisor disse...

Paulo R

Piada só pode ser ele dizer que GL tem sido o presidente que menos contestação tem sofrido!
Só pode ser gozo de certeza!

Leopinião disse...

Leão Revisor,

Falar de um passado tão longínquo é, mais uma vez, um exercício de pura desonestidade intelectual e uma tentativa (frustrada) de desviar as atenções e de relativizar os factos. Já agora também queres culpar o Rei D. Manuel por ter desbaratado o ouro do Brasil e assim termos de ter pedido ajuda externa!!!

De qualquer forma antes da entrada de Santana Lopes e Roquette o Sporting tinha uma alma, uma chama e uma identidade que tem vindo a perder (tanto João Rocha como Cintra, cada um à sua maneira, comunga do que acabei de referir). E tinhamos pavilhão, tinhamos património e não se cometiam os desvarios financeiros tão graves e tão ruinosos como desde que passou a haver SAD, numa gestão desportiva de bradar aos céus!!!

Ainda hoje o teu amigo Rui Santos escreve no Record - "O Sporting, para se reencontrar, vai ter de cortar com esta linhagem de dirigentes que "desgovernou" o Clube desde o aparecimento da SAD".
Concordo em absoluto! E digo-te mais: enquanto não houver uma mudança séria e profunda vamos continuar de novela em novela e de desespero em desespero.

O unico (pequeno) gozo que isso me dá é ver-te todo fodido!!!

Ciga o circo!

leao revisor disse...

leopiniao

Desculpa lá se as lições de história do meu clube que te tenho dado, estragam toda a argumentação que vocês estão a utilizar!

Falas do grande Rui Santos (onde é que isto já chegou) então eu pergunto-te factualmente, quem no SCP governou bem o clube? Sabes responder ou tens que perguntar a alguém?

SPORTING 2011 disse...

Obrigado SA PINTO, continuas a ser um dos nossos, as coisas nem sempre correm como esperamos.
Lanço 3 nomes que me agradavam:

1. Zico
2. Pedro Martins
3. Co Adrianse

leao revisor disse...

Sporting2011

Será estrangeiro por isso a 2º possibilidade não se coloca.

Carlos disse...

inprensa espanhola dá cm certo Valverde no SCP

JMM disse...

Carlos,

E onde foste desencantar isso?

É que eu ja li que a imprensa espanhola dava Valverde como certo. Só não vi foi nada na imprensa espanhola sobre isso...

leao revisor disse...

Existe link para essa noticia?

Joseph disse...


Frank Rijkaard


O Guardiola se é assim tão bom, que venha para o Sporting, e ganhe a champions com o Sporting!


SL

Bruno disse...

Não é estranho que deixes de fora o período áureo do Sporting, o período que deveria ser de comparação com tudo o que se passou: no campeonato actual, os mandatos de Ribeiro Ferreira e Góis Mota (este que esteve em todo o período, numa primeira fase como Vice-Presidente, e depois eleito Presidente) e, ainda no tempo do já extinto Campeonato de Lisboa (a competição mais importante do País), a de Joaquim Duarte, o homem que ganhou mais títulos e que constituíu o Sporting como potência desportiva nacional.

Senão vejamos: com Joaquim Duarte, num mandato de 10 anos, 8 campeonatos de Lisboa e a 3ª edição da Taça de Portugal. Com Ribeiro Ferreira e Góis Mota (para quem não se lembra, o homem que fez o antigo Estádio José Alvalade e que disse "à parte de favores e permissões, o Sporting não deve um escudo a ninguém"), num espaço de 10 anos, 7 campeonatos, 1 Campeonato de Lisboa e 2 Taças de Portugal (num período em que, por duas ocasiões, não foi disputada).

Estes são os Presidentes com os quais nos devíamos comparar, estes deveriam ser os nossos modelos. O que realmente se faz é um exercício de spinning para dizer que a dinastia Roquette não é assim tão má em comparação com períodos mais medíocres da nossa história, e ataca-se com o facto do insucesso do futebol no tempo de João Rocha servir também de desculpa.

Mas se o sucesso no futebol no tempo de João Rocha era fraco, nas modalidades éramos reis e senhores: Mais de mil títulos nacionais, 50 Taças de Portugal, 8 Taças dos Campeões de corta-mato, 4 títulos europeus de hóquei (1 Taça dos Campeões, 2 Taça das Taças e 1 CERS) e uma força que agora não temos. E porque não falar do aumento de património e o aumento, para o triplo, do número de sócios? Porque é que nos "factos" de alguns estas "minudências" não aparecem?

Nós somos grandes, e queremos menorizar o grande que somos quando damos palmadinhas nas costas a tipos que se comparam a corruptos do norte, ou a pessoas que destruíram, desportiva e financeiramente, o Sporting.

leao revisor disse...

Bruno

Em primeiro ligar... recuar 54 anos não foi ideia minha, foi ideia de um critico que disse que há 54 anos não éramos tínhamos gente competente à frente do clube.

Depois deve ter lido que eu considero João Rocha um bom presidente para o clube, porque para mim o SCP não é futebol apenas. E obviamente considero-o por aquilo que enumerou.

Depois é bom tambem não esquecer que João Rocha quando saiu do SCP ninguem recebia à mais de 4 meses e nem pagávamos luz e agua!

E o objectivo não foi valorizar nem menorizar a história do SCP foi relatar factos.

Agora vivemos uma fase que a cada presidente deve-se colar um treinador. Não concordo apenas e so isso. E isso não implica que ache que tenha escolhido bem

Bruno disse...

Uma mentira muitas vezes repetida pode ser que se torne verdade.

Quando João Rocha abandonou o Sporting, já não era o presidente efectivo há mais de 6 meses antes do abandono, por motivos de doença. O grande responsável pelo primeiro debacle do Sporting enquanto instituição chama-se Amado de Freitas. E sabendo o senhor que se seguiu, o famoso Jorge Gonçalves (que agora até apoia esta direcção porque o seu vice-presidente indiciado por peculato e fraude no caso Rijkaard foi cooptado na AG de 30/9), não é preciso muito para se perceber o porquê do jejum de títulos daí em diante.

Se o crítico foi buscar os 54 anos, fê-lo mal. Isso não invalida considerar estes 17 anos dinásticos como, também eles, um período negro financeira e desportivamente. Foi com eles que o número de sócios caíu a pique, foi com eles que o ecletismo foi desaparecendo e só a carolice e sacrifício pessoal de umas quantas pessoas tem permitido o regresso de modalidades tão queridas como o hóquei (Gilberto Borges, em todo o sempre, e Bruno de Carvalho como seu vice no arranque do projecto), e o basquetebol feminino (Edgar Vital, que em 1995, quando acabou, também era o director). Todos autónomos.

Digo e repito: queremos comparar, que comparemos com os melhores, e os melhores são Ribeiro Ferreira e Joaquim Duarte.

Camilo disse...

Senhor Bruno... olhe a sua memória... principalmente quando fala de Amado de Freitas e branqueia João Rocha.
Táctica? é possível.
Quando ao Sr. Jorge Gonçalves... a "história" -a verdadeira- está por contar....
...
A crise do SPORTING... começa NO-NO-NO-NO- SR. JOÃO ROCHA...
SIM!!! Neste mesmo SR. e pelas suas estúpidas decisões.
Discuta-as comigo, se quiser!!!
Camilo.

Bruno disse...

A minha memória está perfeita, a sua já nem digo tanto. Quanto a história de Jorge Gonçalves, a verdadeira não só está contada como arrumada de forma muito conveniente no baú, sobretudo porque não interessa NADA ir buscar os autos de justiça dessa altura. Aliás, esses mesmos autos têm vários nomes muito interessantes, alguns são hoje elementos que pertencem à cúpula do Sporting. Consultou-os?

Mas, por favor, elucide uma enorme quantidade de Sportinguistas sobre as decisões de João Rocha. Por favor, elucide todos quantos de forma enganadora aplaudiram de pé e nomearam por aclamação o pavilhão com o seu nome. Discuta-os, se tiver coragem.

Camilo disse...

Quando quiser:
É só dizer:
- Tenho um Blogue;
- "Feicebuque"...
-Email.
Como vê, nada de "anonimatos"...
Camilo

Camilo disse...

JOÃO ROCHA foi o início -O PRINCÍPIO- do FIM do SPORTING!!!
Camilo.

Bruno disse...

E eu não estou com o meu próprio nome?

Repito, se tem coragem, elucide a todos os leitores deste blog essa "sua verdade". Não é preciso dizer mais que João Rocha foi o princípio do fim se não PROVA.

Camilo disse...

JOÃO ROCHA foi O PRINCÍPIO DESTE SPORTING!!!
Camilo.