terça-feira, 2 de outubro de 2012

Compreender o incompreensivel

Olhando para o SCP desta época, olhando para o seu plantel, se me tivessem dito que em 8 jogos oficiais só 1 é que vencemos e da maneira que foi eu dizia que essa pessoa era louca. o SCP tinha obrigação de fazer melhor com qualquer outro plantel, com este tinha que fazer o pleno 8 em 8!
E começamos a reflectir sobre o que se passará então para não vencermos. Qualidade dos jogadores não será certamente. Falta de apoio dos sportinguistas também não, alias muito pacientes durante os jogos temos sido até. Equipa pouco experiente, somos a equipa mais jovem da liga mas entre experientes com pouca qualidade e pouco experientes com qualidade prefiro a segunda opção. A explicação para mim começa a estar muito mais numa equipa má orientada.
Durante anos tenho aqui escrito a minha opinião, quem lê desde o inicio deste blog sabe que a minha ideia do futebol, não é o futebol espectáculo, é o futebol o mais organizado possível, com critério. Por isso via um rumo no futebol que o Sá Pinto queria implementar no inicio da época, tinha vários problemas para resolver que já os tinha escrito mas ainda conseguia ver ali qualquer coisa de pensado, organizado. Agora (Gil e Estoril) foi uma revolução completa, não existe nada do que falei, até estamos mais próximos da baliza adversária, mas estamos completamente desequilibrados atrás (à lá peseiro) e se com a outra estratégia mudando algumas coisas pensava que podíamos atingir os nossos objectivos com esta até podemos ganhar alguns jogos e a malta andar entusiasmada mas sempre que apanharmos equipas rápidas e que saibam sair com o mínimo de qualidade e critério no contra-ataque ou ataque rápido vamos ter imensas dificuldades.
E neste problema reside o facto de para mim Sá Pinto ter perdido todo o crédito que ainda tinha, não consigo compreender sinceramente como um treinador muda totalmente a sua filosofia de jogo. De altamente defensivo com poucas unidades a se incorporarem no ataque para altamente ofensivo com graves lacunas no processo defensivo.
Acredito e compreendo que existam 2 modelos de jogo, mas completamente diferentes não. Pior estou mais inclinado para acreditar que as alterações se deveram mais à pressão dos adeptos e dos jornalistas do que às convicções do treinador e isso para mim é imperdoável.
Saudações Leoninas

26 comentários:

marco zapater disse...

O Sá Pinto já demonstrou e confirmou que não tem pedalada para esta equipa. Com muita pena minha e da maioria dos sportinguistas é a conclusão a que chego.
Se no inicio da temporada apostava num meio campo defensivo e em dois extremos de raiz que fazia com que o Wolfs estivesse sempre sozinho na area e raramente se criavam oportunidades de golo, agora aposta num meio campo demasiado ofensivo mantendo os dois extremos o que faz com que o nosso meio campo seja uma auto-estrada para a equipa adversaria.
A minha opinião é que ele deveria tirar da equipa os 2 extremos (Capel e Carrillo) porque também já demonstraram que não conseguem produzir nada de util uma vez que erram a maioria dos passes e quando criam alguns desequilibrios perdem-se em fintas despropositadas que não levam a nada, não percebo como é que estes dois ainda tem o carinho do publico.
A solução para o meio campo serã um losango (Rinaudo, Elias,Labyad e Izmailov) com dois pontas (Wolfs e Viola), ficando o Capel e o Carrillo para os ultimos 30 minutos quando há mais espaço para as investidas deles.
Enquanto o Sá não perceber isto não vamos a lado nenhum.
SL

Jalex disse...

Resumindo,Sá Pinto não é solução.

O resultado do jogo do Estoril não surpreende,e não surpreende pelo que tinha já dito aqui por altura do jogo do Gil.

Se houve jogo que deixou completamente a nu todas as fragilidades de Sá Pinto como treinador(mais que ate a final da taça)foi o jogo do Gil.

Quero acreditar(e espero) que por esta altura ainda só não há novo treinador pois neste momento estão a procura da melhor solução disponível.

E espero que essa solução não passe nem por Abel,Oceano ou qualquer Pedro Martins ou Rui Vitória.

Esqueçam o perfil de treinadores dos últimos anos.Com esses já sabemos de antemão o que nos espera.


Não sendo um plantel fabuloso,era o suficiente para estarmos a discutir os lugares cimeiros do campeonato.Não se admite tanto mau resultado.

marco zapater disse...

Acho que a solução tem que passar por um treinador estrangeiro de preferêncoa holandês, tipo Rijkaard.

Mike Portugal disse...

O Sá errou claramente nos 2 últimos jogos, embora tenhamos tido a estrelinha com o Gil. Não pode querer jogar (mesmo em Alvalade) só com 2 jogadores no meio-campo, por mais qualidade que tenham. Izmailov e Rinaudo não resolvem tudo sozinhos.

Neste modelo de jogo não cabem Carrillo e Capel e ainda 2 avançados, tudo ao mesmo tempo. É preciso optar:
- ou 1 avançado com Carrillo e Capel
- ou 2 avançados com Carrillo OU Capel

E eu falei em Capel porque é o que tem jogado. Mas na realidade eu não gosto do Capel neste modelo de jogo. É um jogador que não pensa. Que jogue o Carrillo e o Viola nas alas, por exemplo, sendo que Viola terá autorização para apoiar mais o Ricky e o Carrillo terá que desequilibrar mais na ala.

Outra coisa, é um crime neste modelo de jogo não ter o André Martins a titular.

Vítor de Sá Pereira disse...

2 vitórias - Gil Vicente e a goleada ao Horsens que parece ter sido apagada da memória dos Sportinguistas!

Riga/V-1-Boy disse...

mike

pelos vistos vai-se voltar ao 433, mas disfarçado de 442 com ricky viola e mais um na frente.

esse um será um de 3: capel carrilo ou jeffren(para jogarem 2 destes , um deles terá de ser o jeffren que é quem consegue dos 3 equibrar a equipa)

depois para juntar ao rinaudo e ao izma sera entre elia, schaars, andre martins, pranjic e labyad(com neste caso o izma um pouco mais recuado)

Mike Portugal disse...

Riga,

Se o Pranjic estiver disponivel, tem que ser titular.

------- Patricio
Cedric Boula Rojo Insua
------- Rinaudo
--- Izmailov Pranjic
Viola Ricky Carrillo

Se não houver Pranjic, é André Martins, para mim. O Jeffren pode entrar em vez do Carrillo também.

PG disse...

Afinal parece que há vários candidatos para o lugar do Sá Pinto.

JMM disse...

Duvido que o Sá seja treinador do Sporting durante muito mais tempo. Aliás aposto que pelo fim de Domingo ou inicio de segunda teremos noticias nesse sentido.

Alternativas? Não sei.

vitor disse...

Não sei qual é o disparate maior, se as sucessivas experimentações ou revoluções incompreensíveis, como já lhes chamam, operadas por Sá ou para alguns e num ápice Capel e Carrilo já não valem nada!?

Se todos percebessem, por exemplo, a forma como a saída de Boulahrouz e a entrada e sobretudo o que tem vindo a ser o desempenho de Xandão veio comprometer nomeadamente os rendimentos de Cedric e Rojo e como consequência o desempenho de uma defesa que até vinha a dar provas de solidez, ficávamos todos mais perto de perceber que o futebol é um desporto de equipa, de equilíbrios e desíquilibrios e que não se deve brincar com uma organização que custa muito a criar, para além do tempo necessário!

E também ajudava a que se deixassem de fazer juízos de valor dos jogadores semanais!

SL

jcnaguiar disse...

Bem vindo ao Sporting, o clube de que o que hoje e que nao é nosso é bom e amanha e que nao é nosso é mau :)

vitor disse...

Wellcome!

Nuno disse...

A ausência de Boulahrouz, como é lógico, explica muito pouco.

SP passou da utilização de um inenarrável tridente de contenção no meio, com um dos médios a fazer de segundo avançado ( chamar aquilo um 433 é um absurdo ), para um sistema com Rinaudo e Izmailov no centro de terreno. Izmailov, que é a léguas de distância o jogador mais capaz nos momentos de contrução e de definição e fica abandonado à sorte de estar numa zona de terreno em clara inferioridade numérica e onde tem que andar a correr atrás dos médios adversários. Para um jogador com o seu histórico físico, é uma abordagem completamente desequilibrada, até porque os extremos que têm sido utilizados têm uma deficiente matriz colectiva e são jogadores de desequilibrios.

E mantenho a minha opinião, que vem de há meses. Além da falta de uma alternativa ao PL, neste plantel e em termos ofensivos e excluindo a posiçãode PL, só Izmailov tem discernimento, classe e experiência à altura das exigências. De resto, um conjutno de wannabees, uns inconsequentes, por defeito ou por falta de maturidade. Gente com potencial e que terá um futuro auspicioso, se bem trabalhados. No presente é o que se vê. Quando falhar o russo, será arrepiante.

marco zapater disse...

O capel e o carrillo não tinham lugar na maior parte das equipas da nossa liga.
Como é que os sportinguistas continuam a idolatrar jogadores que não produzem, que é só floreado, que resumindo não valem a ponta dum corno, mas porque correm 30 metros com a bola e depois perdem-na ou fazem um passe miseravel, o que conta é aqueles 30 metros em grande estilo!!!!
A continuarmos assim vamos passar dos 18 anos outra vez.
Temos que ser mais exigentes, eles não estão no desemprego, não estão em qualquer equipa, tem que dar mais e mais...

vitor disse...

Nuno,

Só pretendia mesmo explicar problemas no bloco defensivo que não existiam!

Quanto à pseudo-dependência do russo, ia jurar que a época passada Domingos começou a vencer jogos com Rinaudo, Elias e Schaars; Carrilo, Wolfswinkel e Capel!

As características dos jogadores não definem o sistema de jogo por si, quanto muito dão informação sobre a sua adequação ou não!

Mou esta época começou a recuperar, precisamente contra o Barcelona e sempre em 4x3x3, com 3 médios do mais defensivo que tem! Só no decorrer do jogo arriscou mais! Porventura estava mais interessado em começar por controlar o meio-campo!

SL

Lionheart disse...

O Carrillo é como o Cristiano Ronaldo quando tinha tinha a idade dele. Sem tirar nem pôr. Quem viu o Ronaldo jogar no Sporting sabe que é assim. Não digo que venha a ser o mesmo jogador, mas dizer que não cabe no Sporting quando ainda nem é um jogador feito, é um disparate. Tanta gente esbaforida, porra! Se o Sporting ganhasse mais vezes perdiam o sal da vida deles.

Manuel José Azevedo disse...

Carrilho é craque não pode é levar com uma equipa do Sporting CP ás costas. Elias é craque, IZmailov é jogador de outro nivel, precisamos sim de quem os oriente em campo, de quem defina uma estratégia de candidato ao Titulo.
Temos um meio campo como á muito não temos, mas precisamos de estratégia, precisamos de correr... VEjam o Barcelona hoje e reparem quando perde a bola o que fazem, será assim tão dificil? Reparem onde está mascherano e song quando estão em posse, pelo amor que têm ao SPORTING, vejam com olhos de ver.
Falta-nos um líder.

Leopinião disse...

O problema do Sporting não é (tal como foi dito no post e bem) um problema de adeptos que não apoiam ou de jogadores sem qualidade.

É um problema de roquetismo e do seu paradigma, um problema de estrutura - com um CD incompetente e impreparado e uma Adm. da SAD cheia de vicios e sem espírito ganhador.

Enquanto os Socios do Sporting não varrerem estes Orgãos Sociais obsuletos e uma estrutura profissional cara, incompetente e parasita que o mina por dentro, o Sporting continuará nesta triste sina, de derrota em derrota, de caso em caso, de desculpa em desculpa até ao desastre final.

Vamos continuar a assistir ao Leão Revisor a defender esta politica desportiva e financeira à espera de um milagre ou de um golpe de mágica, na esperança de um 31 de Fevereiro que nunca chegará.

Se existisse um pingo de vergonha e alguma honestidade intelectual, após tantos erros e tantas decisões e intoxicação aos Socios que nos conduziram até aos dias de hoje,a Direcção demitia-se em bloco e os paineleiros e blogueiros de 2º categoria tal como Oliveira e Costa e Leão Revisor calavam-se para sempre! Seria o melhor serviço que prestariam ao Sporting!
É urgente uma renovação e uma mudança profunda e séria. Um novo tempo e um definitivo virar de página!

Mas como isso não acontece...siga o circo!!!

Jalex disse...

E que alternativa existe aos que lá estão hoje?

Não que eu goste deles,é óbvio por demais que se existem culpados do estado clube são eles.

Mas a mim o que me entristece é saber que alternativas credíveis não existem.

São iguais ou piores,e isso sim é angustiante.

Leopinião disse...

Existe uma imensa Sociedade Civil Sportinguista com pessoas bem preparadas, com amor pelo Clube e que representariam uma mais valia para um novo rumo.

Agora o caminho não pode estar minado nem viciado e os superiores interesses do Sporting devem sempre prevalecer!

Jalex disse...

Quem são esses Sportinguistas?Já estava na hora de se chegarem a frente!

pedro cunha batista disse...

De quem é a culpa?

De um jovem com um enorme coração de Leão, mas completamente inexperiente treinador?

ou

De uma estrutura de futebol que considerou o Sá, o treinador indicado para liderar um plantel composto, maioritariamente por jogadores estrangeiros e em pleno o período financeiramente mais conturbado das contas leoninas. De uma estrutura que não lhe deu os pontas de lança necessários para sermos campeões, que apesar de ter melhorado a qualidade do plantel, o fez em posições onde já tinham alcançado no ano anterior um bom nível, desfazendo assim as rotinas de tudo o que de bom foi feito em termos de futebol no ano passado, recomeçando assim novamente do "zero" neste ano que era suposto ser o ano "1".
E que perante todas estas limitações o deixou completamente sozinho, que nunca deu a cara e muito menos o peito às balas atiradas ao nosso treinador! deixando-o nesta "conveniente" e delicada situação! E muito pior fizeram ao Domingos...

Em fim, na minha opinião, o Sá tem responsabilidades, mas a sua demissão estará longe de resolver a causa, na minha opinião estrutural, dos problemas do Sporting, que naturalmente se refletem no relvado.

É claro que um treinador mais experiente ajudaria um pouco a isolar o balneário de tudo o que se passa em torno da SAD, mas não resolveria os problemas financeiros desta e da inercia e silêncio da estrutura de futebol do Sporting, adiando apenas o problema.

Conclusão, toda a estrutura, tem forçosamente que dar a cara, e assumir as responsabilidades, partilhando o falhanço com o também não inocente Sá Pinto!

Existe uma expressão muito conhecida que diz, “A culpa morre sempre solteira”, mas ao que parece no Sporting ela nunca morre solteira, casa-se é sempre com o mesmo, o Treinador! E os resultados desses constantes casamentos, são também constantemente os mesmos, o falhanço!

Até quando?

Até quando os verdadeiros culpados irão se passar por marias casamenteiras e casar a culpa sempre com os treinadores leoninos?

E eu respondo, até quando nós deixar-mos!

Abraço e SL.

leao revisor disse...

leopinião

Tenho pena de si não sabe o que diz.

Daniel disse...

Lionheart, ao CR acrescento o Nani. A opinião que leio agora sobre o carrillo é a mesma que muitos tinham do nani. Não é parecida, é EXACTAMENTE a mesma. Com direito a assobios e tudo. Serão os mesmos que choraram o dia em que ele sair.

“Existe uma imensa Sociedade Civil Sportinguista com pessoas bem preparadas, com amor pelo Clube e que representariam uma mais valia para um novo rumo.”

Acredito. O problema é que essas pessoas bem preparadas não têm paciência para aturar isto e exporem-se como tiveram os que lá estão. Quando esses aparecerem, cá estaremos para votar neles. Até lá, deixe-se de lirismos e de atacar os que trabalham em nome do nosso SCP. Bem ou mal, são os únicos, e no fim do mandato, serão os sócios do SCP a avaliar o seu trabalho em todo o universo Sporting Clube de Portugal. Não (só) você e não só o que para si importa.

SL

Leopinião disse...

Leao Revisor,

Justiça lhe seja feita, tendo pena de mim reconhece o meu profundo desgosto por ver o Sporting nesta situação desportiva e financceira e entregue à incompetencia!

Mas mais lhe digo que já sofri mais do que sofro actualmente...siga o circo!!!!

vitor disse...

Paulo Sousa é o 3º treinador que defrontamos na Europa, 3º treinador que fala em Carrilo!

O Sporting começou a vencer jogos na época passada com os 6 jogadores à frente da defesa citados e esta época tem mais de 6 alternativas viáveis, que permitem n combinações e em vários sistemas tácticos!

Gelson, Adrien e Izmailov, Labyad ou André Martins; Jeffren, Viola e Pranjic dão tantas ou mais garantias em 4x3x3!

Com a maior parte dos jogadores a fazer mais do que uma posição! Izmailov, já o vimos a render na ala, como playmaker ou inclusive nas costas ou no apoio ao avançado! E há muita mais polivalência no plantel!

Não há muitas equipas que podem fazer o mesmo! Que esta época Sá ainda não encontrou a fórmula certa parece mais que evidente!

Da mesma forma que não há muita gente capaz de por em causa o valor do actual plantel do SCP, inclusive alternativas mais que válidas na equipa B!

Infelizmente, a outra face da moeda é que até as constelações de estrelas são falíveis no futebol e o que não faltam são exemplos!

SL