quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Sugestão a GL

Ponto prévio, a foto que circula de Jeffren a "dormir" no banco é o reflexo do momento do SCP, não pelas razões que todos apontam... mas porque para mim é uma foto no inicio do encontro, onde todos estão no banco, acabados de chegar, onde os fotógrafos ainda podem circular naquela zona, onde xandão e izmailov se riem para os fotógrafos e faz-me uma certa confusão um jogador que se senta no banco e adormece, não terá sido mais... está no banco estica as pernas pisca os olhos (como toda agente no mundo faz) e a foto é desse momento? A forma como interpretamos a mesma foto é o reflexo do nosso clube! Neste caso devemos contextualizar o momento! Se alguem me trouxer um video aqui que ele esteja nem que fosse 5 segundos de olhos fechados mesmo antes do encontro mudo o que disse!
Preocupante isso sim muito preocupante, para mim pelo menos, foram as declarações de Elias no Twitter onde diz "Bom dia você que convive com gente falsa! Retribuir falsidade no meio das cobras não te faz uma delas, torna-te apenas um sobrevivente, "né"?"
Se eu tive duvidas que os jogadores quiseram muito pouco contra a Académica hoje não tenho nenhumas! E isto, no meio destes problemas todos abre uma janela de oportunidade para GL.
Ele deve saber que o seu futuro depende unicamente de resultados . Quando se começam a formar listas e a preparar terreno quando não existem eleições é sinal que está tudo montado para a direcção sair.
A minha sugestão é muito simples, decidiu ter um modelo presidencialista, tem um treinador que vem rotulado de exigente e disciplinador, então a primeira coisa que deverá fazer é ir com o treinador e falar aos jogadores que o Belga tem carta branca para correr com quem quiser (não há ninguém fora deste lote) que não tenha a atitude exigida aos jogadores do SCP até Janeiro. O SCP não perde muito, jogadores que não querem cá estar não rendem em campo, financeiramente temos apenas % dos jogadores (e fazendo um mau campeonato valem tanto agora como em Agosto) e continuando com esta senda de resultados nem o Papa segura o GL e temos 50 milhões para jogadores!
Por isso no meio desta desgraça existe uma janela de oportunidade para tentar remediar toda esta situação! Haja coragem para o fazer!
Saudações Leoninas

17 comentários:

JMM disse...

O novo treinador já deu a indicação de que vai mexer com o plantel.Não foi por acaso que se referiu à qualidade dos escalões inferiores e a fazer treinos conjuntos com os B. Ele sabe que para se reforçar a terá de ser internamente.

Aliás os B é uma boa forma de dizer a alguns jogadores que há outras opções e que estar nos B não tem nada a ver com idade mas sim com o que se pode dar à equipa A.

Nesse sentido Elias fica avisado que há todo um conjunto de opções (João Mario por exemplo) assim como os outros.

Quanto à vertente disciplinar, tem de partir do treinador com o apoio do Presidente.

Já quanto à carta branca, nao concordo. Há jogadores que têm necessariamente de ser valorizados como Labyad e Carrilo

vitor disse...

Isto supera tudo, vocês são mesmo incansáveis! Ainda vão pedir aqui ao holandês que tente marcar um golo de cabeça com a mobília às costas!

Isto tudo com o mercado fechado!

SL

Jalex disse...

"A forma como interpretamos a mesma foto é o reflexo do nosso clube!"


Na verdade acabas te de fazer o mesmo,tanto quanto sei esse comentário no twitter não pertence ao Elias justiça seja dita.

Mas quanto ao Elias julgo que já sabes qual é a minha opinião há muito tempo(os castigos que foi alvo de Sá Pinto acabaram por me dar razão),alguns jogadores tem forçosamente de sair em Janeiro.

Alem de não estarem de corpo e alma no clube(embora sendo pagos não deveriam ter algumas atitudes que tem tido)não justifica neste momento ter um plantel tão grande.

Faria num entanto uma contratação para o ataque para competir com Wolfswinkel pelo seu lugar ou ser mesmo parceiro do mesmo no ataque.

Leão de Alvalade disse...

Esse comentário não é do Elias como puseram a circular é de um individuo que vive no Brasil e que o Elias se limitou a fazer referência.

Riga/V-1-Boy disse...

ontem o treinador fez um aviso que quem nao tiver a 100% nao joga( e gostei da boca que mandou aos jornalistas logo na primeira pergunta que lhe fizeram sobre os problemas da equipa)

entrtanto o vocente de moura e o bruno carvalho tiveram um almoço mas o tipo que ja disse que queria se candidatar ja disse que quer que o gosinho lopes lá fique.


jalex

a ideia com equipa b é de ter um plantel com 20,21 jogadores, mas para isso a equipa b tem de estar consolidada, nao pode ser logo no primeiro ano de existencia.

ps: e entretanto ja se interrogam porque o novo treinador deu folga á equipa hj

Jalex disse...

Não justifica ter um plantel tão grande porque os objectivos actuais são modestos.

Mas se achas bem continuar com um plantel deste tamanho e a pagar salários milionários a alguns jogadores que nem sequer jogam...é a tua opinião.

SPORTING 2011 disse...

Começa bem o novo Treinador...
Ao conceder um dia extra de folga e a agendar o primeiro treino para quinta-feira, começa a dar a entender que a desculpa está à porta para caso das coisas correrem mal. Não houve tempo para trabalhar, estasse mesmo a ver.

leao revisor disse...

Jalex

Parti do principio que tinha sido ele a dizer, que foi assim que a noticia foi dada.

Mais, até concordo que o plantel pode ser grande demais se chegarmos a dezembro fora de algumas competições.

Mas se fizermos apenas a nossa obrigação e recuperarmos terreno pelo menos em relação ao braga e continuarmos na uefa o plantel não é grande... a menos que alguns queiram sair e se assim for para mim quem o quiser fazer tem a porta aberta.

Jalex disse...

O comentário não é do Elias,foi apenas um comentário que alguém fez no seu twitter pelo que percebi.

O Elias é mau profissional,mas não é parvo ao ponto de fazer algo do género.

Quanto a questão do plantel,duvido que continuemos na Uefa.Já dou de barato isso.

E mesmo que consigam a proeza de passarem a próxima ronda,na minha opinião não faz sentido pagar ordenados a quem não joga...digo eu.

É urgente uma limpeza no plantel em Janeiro.

rpti disse...

E deviam ir buscar novamente o Onyewu em Janeiro! Esse sempre morreu em campo pelo ScP!
Quanto a folga extra concordei: o treinador deu aos jogadores um dia para reflectirem e para amanha lhe dizerem se estão dispostos a dat100% em campo e nos treinos! Para poder exigir Tb tem que se ceder...

vitor disse...

O Sporting não vai acabar no fim da época! Com o acesso à Champions, falhado na época passada, os objectivos do mandato mantêm-se intactos!

SL

vitor disse...

revisor,

Pergunta de algibeira:

Ao ler o meu DN de manhã deparo com um inquérito com 2 perguntas a várias figuras leoninas: 1. Como se explica que o Sporting à 7ª jornada esteja apenas dois pontos acima da zona de despromoção? 2. O presidente disse que Vercauteren tem o adn do Sporting. Afinal o que é o adn do Sporting?

Na generalidade são todos corteses com o presidente, respondem quase todos como o Xavier: 1. É reflexo da falta de confiança, das falhas no sistema de jogo, de más escolhas do onze, do deficit de forma física e um pouco de sorte também. ROC ainda fala dos árbitros. 2. Futebol ofensivo, formação e atitude.

Um ex-capitão, muito credenciado para uma geração nas bancadas, diz que há vários factores mas na verdade só refere um e não tem a ver com o mercado imobiliário estar mau. "Há um problema interno que não foi resolvido. Os resultados reflectem isso mesmo. Há culpados que continuam lá."

De quem fala o Venâncio?

SL

anonymus disse...



Mas o que é que podem saber do que se passa lá dentro o Venâncio, o Xavier e outros, se não estão lá dentro e nunca estiveram, depois da terem abandonado a carreira de jogadores?

O Venâncio deve apontar o dedo a alguém de quem não gosta, por razões pessoais e talvez profissionais.

Para mim, não passam de dois "bota-faladuras", que se estivessem lá dentro um tacho, estariam agora muito caladinhos.

anonymus disse...

corrijo estivessem por tivessem

Sporting até morrer disse...

50 milhões para jogadores?

Não, temos é 70M que o Godinho Lopes prometeu em campanha.

E temos ainda os 18M da CML para o Pavilhão.

E ainda os 70M em 10 anos do tal chinês investidor.

Faltou algum?

Lionheart disse...

O problema da falta de motivação quanto a mim reside na gestão dos objectivos e o passado recente demonstra-o. O Sporting entendeu mudar de paradigma porque o modelo seguido por Soares Franco provou que não era possível assentar a equipa principal em apenas jogadores da formação sem experiência, pois era injusto e contraproducente para com eles. Então com Godinho Lopes decidiu-se contratar jogadores estrangeiros com experiência, para elevar a competitividade do plantel e ancorar a equipa em quem tem mais arcaboiço e deixar os mais jovens crescer, aprendendo com os mais velhos.

O problema é que os ordenados que o Sporting lhes paga, apesar de muito elevados para o que seria sustentável e por comparação com os jovens oriundos da formação (que muitas vezes trabalham mais do que os "notáveis"...), são baixos por comparação com o que eles auferiam na Europa. O Sporting provavelmente "compensa" isso com os prémios por objectivos. Mas quando os objectivos começam a ficar em causa o desempenho de alguns jogadores vai piorando em proporção, daí resultando uma deteriorção do desempenho do Sporting, até perder tudo.

Lionheart disse...

Vejamos alguns exemplos. Depois de um mau início de campeonato na época 2011/12 (devido a más arbitragens e por ainda não se ter encontrado o melhor 11), o Sporting conseguiu 10 vitórias , 7 das quais para o campeonato, encortando a distância para os líderes para 3 pontos, salvo erro. Só que a seguir tinha de ir jogar à Luz. E aqui houve uma péssima gestão das expectativas, com (quem havia de ser) o cretino do costume à cabeça, Eduardo Barroso, a sugerir que se o Sporting ganhasse na Luz iria ser campeão. Quer dizer, como se o beifica já não tivesse sempre ganas de ganhar ao Sporting, ainda para mais em casa, ainda foi o outro lançar achas para a fogueira. Só deu agoiro, porque o resultado foi o que se sabe. Em seguida o Sporting empatou a zero em Coimbra. Ou seja, no espaço de duas jornadas passa de candidato ao título a práticamente arredado do mesmo.

A seguir o que se sabe é que o rendimento da equipa caiu a pique, vendo-se logo que o treinador já não tinha mão nos jogadores. O primeiro jogo de 2012 foi em Vila do Conde, para a Taça da Liga, dia em que Domingos fazia anos. Na imprensa liam-se "notícias" que os jogadores iam dar uma prenda ao treinador. Pois o Sporting fez um jogo paupérrimo, em que só não perdeu porque Onyewu empatou mesmo no final do jogo. Pior, não ganhou um único jogo da Taça da Liga, sabendo que tinha direito a jogar a meia-final em casa pela primeira vez desde que a competição foi criada. O Sporting esteve sensivelmente dois meses sem ganhar um jogo, até que a gota de água foi a derrota na Madeira com o Marítimo, em que o Sporting foi vulgarizado. O mesmo denominador comum foi um fraquíssimo desempenho colectivo e individual.

Até que chegou Sá Pinto e a Liga Europa foi o balão de oxigénio. E aqui, e dado que a direcção precisava de sobreviver, de certeza que se voltaram a promter prémios em caso de vitória na competição. Após a eliminação o Sporting só ganhou um jogo, contra o braga.

Mas isto não é de agora. As Taças do Paulo Bento, que foram também a linha de vida da direcção de Soares Franco, também têm uma explicação simples. O pior era motivar aquela gente a jogar quando já estava fora do título.

Portanto, como é que o Sporting consegue evitar que um ou dois maus resultados acabem por resultar num colapso competitivo? Porque é disso que se trata e tem sido recorrente. Em primeiro lugar, os "mercenários" têm de ir embora. Em segundo lugar, os dirigentes têm de estar muito mais atentos ao que se passa nos treinos e dentro do campo, em conjunto com o treinador, para previnir os descalabros e evitar que se queimem treinadores. Mais complicada é a política de aquisições e a gestão de carreiras. Certo é que jogadores que só jogam por dinheiro são a esmagadora maioria em quase todos os clubes, mas o Sporting tem sido completamente incapaz de evitar que o pisem. Aqui a responsabilidade é toda dos dirigentes.