segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Com tranquilidade

Talvez tivesse sido o jogo para o campeonato mais tranquilo que tivemos até ao momento. Não foi uma exibição de deixar a boca aberta, longe disso, mas foi uma exibição eficaz e por enquanto é tudo o que peço.

Tenho criticado Paulo Sérgio pelas suas preferências tácticas mas ontem até me agradou. O Portimonense apostava as fichas todas em jogadas de contra-ataque a forma como jogámos na 2º parte anulou qualquer hipótese do adversário de criar perigo nas transições rápidas defesa-ataque e se critico quando faz borrada por coerência tenho elogiar quando penso que esteve bem.

Calculava que quando tivéssemos Pedro Mendes apto seriamos mais fortes. Agora é óbvio que isso acontece é realmente um jogador acima da média no nosso plantel sem duvida uma belíssima contratação mesmo tendo mais de 30 anos.

Depois André Santos, nunca gostei muito dele mas facilmente admito que tem sido dos melhores jogadores nos últimos jogos.

Por outro lado, Liedson tem muita boa vontade mas já não é o avançado que era antigamente e não fará 15 golos esta época (infelizmente aqui acertei) e reforço a ideia que deixei no inicio de Setembro... Precisamos de um "refresh" completo no ataque.

Vukcevic é um caso clínico... para os adeptos, adorado da grande maioria, considero que enquanto não perceber que o futebol é ele + a bola + 10 colegas contra 11 adversários em vez de ele + a bola contra 11 adversários nem sequer era convocado. Ontem a partir do minuto 55 passou a não ajudar Evaldo nos trabalhos defensivos o que nos criou alguns problemas.

Para acabar falo do melhor, Rui Patrício, onde andam os medíocres que o apelidam de "franguicio" agora? De longe mas mesmo de muito longe o nosso melhor jogador esta época, não será dificil prever qual será o seu futuro quando acabar a época e ai sim passará a ter o rotulo de grandíssimo guardião. O grande mal dele é estar no clube onde está com os adeptos que tem.


Saudações Leoninas

17 comentários:

LP disse...

Rui Patrício excelente guarda-redes que necessitava apenas de força psicológica que os adeptos teimavam em não atender a um jogador muito jovem numa posição muito ingrata e difícil.

Mas o leão revisor, cai nas próprias palavras, em não admitir que André Santos é de longe o melhor jogador do plantel tão somente porque decidiu no início da época que era fraco.

Pois caso não tenha estado atento, se não tivesse sido este rapaz, o sporting teria feito uma campanha ainda mais miserável do que o que fez.

Liedson continua a ser uma referência. Não cuspa no prato que comeu.

vitor disse...

É inevitável que o Patricio saia no fim da época? Espero bem que não! Eu tentava todos os esforços, por cá não se liga muito ao guarda-redes mas não é por acaso que é o nº 1. Que as grandes equipas se começam a construir de trás para a frente.

Não sei se o Liedson acabou, sei que nesta altura pouco vale, mas se calhar só a jogar é podemos saber se volta, aliás para mim o problema é muito maior.

Independentemente do valor dos dois melhores brasileiros, eu que nem tenho por hábito comentar gestão desportiva, acho que o tempo do Polga e do Liedson acabou no Sporting. S.L.

Camoesas disse...

Já o disse aqui anteriormente, o Liedson é foi um grande jogador no Sporting, marcou muitos golos (e que grandes golos!), mas como tudo na vida tem um prazo, o dele está a acabar, e quem sofre com isso é a equipa. Em situação normal ontem tinha marcado 2/3 golos, em especial aquele em que tentou a chapeu (e fez um passe!!!).

Patricio e André Santos estão a ser os jogadores mais regulares desta equipa, fossem todos assim!

Vukcevic não devia ter voltado ao Sporting, a única altura que gostei realmente dele, foi quando fez dupla com o liedson no ataque, aí sim era objectivo e marcava golos. Agora não, mastiga o jogo, pouco ou nada defende, não se desmarca e não é nada objectivo.

As coisas que neste momento me preocupam são mesmo o meio campo e o ataque.

O meio campo porque o maniche rebenta ao intervalo e depois não temos mais ninguém com as caracteristicas dele (matias é 10 e zapater trinco), aí faria falta o hugo viana ou até o manuel fernandes ou outro que tenha pulmão.

Já no ataque temos o postiga e o valdes que têm dado conta do recado, depois vem o pesadelo, liedson é uma sombra daquilo que foi em tempos, djalo não sabe o que é dominar uma bola, saleiro "está em campo" 1/2 minutos, salamao nem convocado é...e assim é muito complicado!

Seria muito bom vendermos o djalo e ir buscar o Luiz Alberto(Nacional), Charisteas (livre) ou Carlão (Leiria) e um extremo africano ráoido e com poder fisico (há anos que não temos um africano na equipa!!).

Saudações Leoninas

Ricardo disse...

camoesas concordo quase na totalidade com o teu post menos em dois pontos, vuk é um bom apoio, serve bem para estar no banco, a menos que crie problemas de balneário.

o segundo ponto e mais importante, não entendo como se fala em comprar extremos quando somos a melhor escola de extremos do mundo!

Leão de Stª Engrácia disse...

http://pelomeusportingcp.blogspot.com/2010/12/professor-neca-em-alvalade-ou-teoria-da.html

Camoesas disse...

Ricardo,

percebo perfeitamente esse comentário, mas quanto a vukcevic já ficou visto que não sabe jogar em equipa e que amua com muita facilidade.

Quanto ao facto de sermos (ou termos sido) os melhores formadores de extremos do mundo, neste proximo mercado de transferências qual é o extremos que temos na formação para ir buscar?

Eu até acho que Wilson Eduardo vai ser uma certeza no Sporting, mas é importantissimo cumprir este ano de empréstimo, e quem sabe uma outra, para já não. Para além deste não vejo mais ninguém.

Lionheart disse...

Era óptimo se se confirmassem as notícias que Liedson tem clubes interessados no Brasil. Os seus melhores anos já passaram, é o jogador mais caro do plantel e se o Sporting recuperar parte do investimento tanto melhor.

A falta de empenho defensivo do Vukcevic, especialmente nas segundas partes, é recorrente. Por vezes potencialmente com grandes danos e isso provoca tensões entre os jogadores. Recorde-se só a barraca que foi o último lance do jogo contra o Paços de Ferreira para a Taça de Portugal, em que este podia ter empatado. As câmaras de televisão captaram uma imagem, que a realização colocou logo no ar, de um Daniel Carriço completamente fora de si, virado para o meio-campo a chamar filhos da puta a alguns colegas de equipa...

Não sei como se resolve isto, francamente. Quem está lá dentro o saberá. Pelo menos que não se recompense o infractor...

vitor disse...

Para o amigo Zé Eduardo,

Estranho que tenha passado a vontade ao Revisor de estar de acordo com o Barroso!?

Não aprecio falar sobre indivualidades, mas o que se passou ontem foi demasiado degradante para ficar impune, seja quem pretender respeito tem que se dar ao respeito e depois da semana passada é incontornável na net.

Eu que nunca assisto a quem representa as cores do Sporting na tv, por isso usualmente não comento, ontem vi um adulto de joelhos a implorar por croquetes!? Não chegava ter mentido? Até ao treinador faltou ao respeito, agora não gostamos da táctica em directo, conseguiu falar mais mal do Sporting que os adversários!? Vergonhoso e mais não digo, não é o carácter da pessoa em causa que me interessa.

É a comunicação na tv! Onde se começam a ganhar jogos! Somos o unico clube que não opinamos sobre quem era suposto defender as nossa cores. Independentemente dos convites partirem dos canais exige-se uma estratégia concertada.

Alguém com fluência verbal que além de nos defender trucide os adversários, a mim dava-me especial gozo humilhar o Vasconcelos todas as semanas. A falar mais a sério para além da comunicação do clube é tempo de olhar para a televisão como deve ser, é um tempo que vale tudo, inclusive galvanizar os adeptos.

Não temos um unico representante com jeito, de todos só o Dias Ferreira nos representou com dignidade no passado, hoje é PMAG e basta. O clube tem que arranjar de uma vez por todas quem nos represente dignamente e o cachet é do clube. Pouco me importa se quer tribuna, empaturrem-no de croquetes, é tempo de vermos alguém que tenha jeito na televisão. Força Sporting! S.L.

P.S. Espero que todos tenham percebido ontem porque é que era impossivel sermos campeões este ano. Espero que o Sporting ganhe os dois jogos ao Setubal.

vitor disse...

É cada vez mais claro a Sporting que Bettencourt herdou, não passava afinal de contas de um clube com notáveis á bulha por causa de croquetes!? E onde ainda por cima começava a escassear o dinheiro para fazer os croquetes.

Talvez assim se compreenda melhor a necessidade de um director de futebol imune ás pressões. Puta de guerra civil! Há ainda muita vassourada para dar.

É mais que tempo de olhar para a comunicação, também nas televisões se ganham jogos, somos muito displiscentes com quem nos representa, só vai á televisão quem a direcção entende, é assim nos adversários, devia ser assim no Sporting, onde começamos logo a perder ainda o jogo não começou.

Força Sporting! S.L.

Lionheart disse...

Agora o Barroso está ressabiado porque não lhe dão atenção, ou quê? Já defendi NNNNN vezes que se devia acabar com o Conselho Leonino, porque esse é um órgão sem utilidade e que fomenta o protagonismo e a vaidade. Só têm de falar pelo Sporting os dirigentes eleitos e os atletas! Os outros, famosos ou não, só têm de se remeter ao seu lugar.

Alguém duvida que no dia em que uma direcção tiver a coragem de propôr a extinção do Conselho Leonino que passa em AG com uma esmagadora maioria?

O Barroso e o Rui Oliveira e Costa são um embaraço para o Sporting há muito tempo. Porque é que não pedimos ao Carlos Xavier, ao Márinho, ou ao Nelson (embora este seja comentador da Sport TV, por isso não deverá ser possível), enfim a ex-jogadores, que "representem" o Sporting nesses programas? São figuras que não têm anti-corpos entre os sportinguistas ou ambições políticas no clube, não iriam para a TV para fazer fretes a dirigentes ou oposição aos mesmos. Certamente que os interesses do Sporting seriam melhor defendidos por esses sportinguistas.

vitor disse...

Lionheart,
Esta questão na televisão é importante, os comentadores escolhidos são hoje os verdadeiros pontas de lança dos clubes, não pretendo falar do Barroso, meti-me só com o Revisor que lhe tinha dedicado um post onde eu nem comentei porque já sabia que ele tinha mentido. O que se viu ontem foi humilhante, a fogueira das vaidades habitual.

Sendo os convites da responsabilidade dos canais um verdadeiro adepto deve disponibilizar-se em pról do clube, por acaso algum representante do Porto o faz á revelia do clube?

Andamos a perder duelos televisivos há décadas, era mais que tempo de sermos bem representados, mais ou menos como o Dias Ferreira fazia no passado, uma vez no canal 2 pôs o Pôncio a chorar. Mais ou menos na mesma altura que corremos com o Gabriel Alves do estádio. Com a comunicação não se brinca, nós somos muito amadores. S.L.

P.S. Ontem o Porto foi uma maravilha, um treinador castigado que faz o que quer e um adjunto que diz que quando joga mal ganha na mesma, porque será? O Porto esta época se não fossem os árbitros não tinha mais pontos que nós, os adeptos fazem o resto, é sempre a mesma estratégia, ainda ficam á espera que a roubalheira aconteça nos derbys, aí até nos deixam ganhar.

leao revisor disse...

Vitor

No post que falei do barroso, nem falei bem nem mal, apenas referi que ele para alguns passou a dizer coisas interessantes quando começou a criticar a direcção antes era um vendido.

Apenas e so isso.

vitor disse...

Ok Revisor, acabei de dizer que estava a brincar, quem mentiu foi o Barroso, do mesmo modo estranho que hoje não seja noticia nos outros sitios onde foi heroi há uma semana. Ainda bem que há vida no fonte segura. S.L.

Lionheart disse...

O que é que o Barroso disse? Não vejo esses programas "desportivos". Não reconheço nenhuma autoridade a esses indivíduos para falarem de futebol e muito menos "representarem" o Sporting. Portugal é o único país onde existem comentadores profissionais e notáveis a falar sobre futebol e sobre os clubes. É absurdo.

Amável Pinto disse...

eu, que sempre critiquei IMENSO o rui patricio, ADMITO que este ano tem sido o nosso melhor! e ja fez uma defesa de outro mundo ... muito bem, boa sorte e que continue

vitor disse...

Lionheart,
O Barroso mais não fez que o contorcionismo habitual só permitido a invertebrados, começou por dizer que não queria croquetes para acabar a pedir desculpas ao amigo Zé Eduardo que lhe guardasse lá uma dúzia. Depois prosseguiu a ensinar futebol ao treinador, enfim conversa de adepto que nenhum dos restantes comentadores subscreve. Assim como eu não estou minimamente interessado em falar do Barroso.

Estava antes interessado em lançar a discussão á volta do que não são programas desportivos, tão pouco tertulias cor de rosa, mas antes programas iminentemente politicos muito sérios, muito da actividade do futebol passa por lá, há inclusive administradores de sad's adversárias envolvidas, há muito que o futebol extravassou o rectangulo do jogo.

Claro que concordo com os representantes que aponta para programas desportivos que não são este caso. Em Portugal as televisões fazem o mesmo que em qualquer país, limitam-se a emitir o que tem audiência, o que diz logo da importância deste tipo de programas, independentemente de cada um de nós ligar ou não, muito do poder de um clube passa hoje por esses programas, quiçá mais que na relva.

Era mais que tempo de termos alguém realmente competente que representasse dignamente o Sporting, que reclamasse, ganhasse e consolidasse o poder interventivo que fomos perdendo ao longo dos anos também através da expressão oral, não ponho qualquer duvida que acabava por ter influência nos jogadores, resultados e afluência de adeptos ao estádio fartos de nos ver incipientes numa guerra Porto-Benfica que se instalou. Ao fim e ao cabo são eles a audiência desses programas, onde o Sporting há muito tempo mais não faz que presença de corpo. Há que reclamar poder, conquistá-lo. S.L.

P.S. Queria fazer uma emenda ao meu comentário anterior, quem o Dias Ferreira fez chorar em directo e ao vivo foi o Seara, num programa onde o Pôncio também intervinha e escusar-me por não ter sido possivel responder antes. Um abraço.

vitor disse...

Ainda sobre este episódio nada dignificante inclusive para o clube, sendo que as minhas preocupações vão só para o Sporting, a proposta que eu gostava de deixar para o Barroso e para o amigo Zé Eduardo era que o segundo aranjasse lá o lugar para o primeiro na tribuna, inclusive na próxima década e que o primeiro num gesto de dignidade abandonasse o programa e desse lugar a outro sportinguista mais válido.

Ou alguém duvida que quando o Sporting almejar o lugar que todos desejamos não serão Barrosos que representarão o clube na televisão? O momento do clube não se vislumbra só na relva, há muitos outros lugares a considerar, até lá vaticino que continuará a ser penoso para todos assistir a falhas no que deveria ser da responsabiliade da comunicação leonina que outros usam para promoções pessoais. Força Sporting! S.L.